O que pensa Aluízio


SEXO

Caracas! Um mísero cafuné no pezinho...heheheh...

Veja dá uma baqueada e cai

num jornalismo borocoxô

A redação da revista Veja desta semana parece que se viu sem pautas quentes e tascou mais uma matéria de capa na linha do comportamento abordando a questão sexual. Até parece que o Brasil é um país banhado por um mar de tranqüilidade.

 

Foram ouvidos, como sempre, terapeutas, psicólogos, psicanalistas, além de homens e mulheres que foram entrevistados e manifestaram certo enfado com o que há, digamos assim, de mais agradável e compensador para a vida humana. Todo o resto, excetuando-se a alimentação que nos mantém vivos, são adereços.

 

Está certo que não é apenas o sexo que nos dá prazer. Mas nenhum dos prazeres é comparável com a explosão de um bom orgasmo, aquela descarga estupenda que leva alguns segundos com sabor de eternidade.

 

Mas a reportagem de Veja é tristemente brochante. Na chamada tenta tranqüilizar aqueles que não logram sucesso no amor: “Não se preocupe se você não faz tanto (sexo) quando os outros dizem que fazem”.

 

E a foto da capa, como não poderia deixar de ser, é de um corpo de mulher nua com um destaque no tapa-sexo: As mentiras que todo mundo conta....hummmm....

 

Os indevassáveis segredos de alcova haverão de render sempre reportagens do gênero.

 

Mas de uma coisa tenham certeza: nunca se praticou tanto sexo como na atualidade. Experimente procurar um motel em noite de final de semana.

 

Liberdade total, pílula anticoncepcional e medicamentos que turbinam a ereção fazem deste mundo do século XXI um grande e generoso lupanar. Algo que não tem nada a ver com o que aponta a reportagem de Veja.

 

Viva o amor!



Escrito por Aluizio Amorim às 03h00
[   ] [ envie esta mensagem ]




DIOGO MAINARDI

O esquerdismo
clinicamente morto

"Como deixei de ser um esquerdista clinicamente morto." É mais ou menos esse o título de um artigo de David Mamet no Village Voice. Para quem está boiando, David Mamet é um dos maiores dramaturgos dos Estados Unidos.

 

Village Voice é um jornal de Nova York. E "esquerdista clinicamente morto" é todo mundo menos a patota de VEJA, considerando-se o que se diz por aí a nosso respeito.

 

David Mamet foi um esquerdista clinicamente morto até o dia em que se pegou imprecando contra a rádio pública americana. Ele se deu conta de que suas antigas idéias políticas já não refletiam a realidade: do preconceito contra as grandes empresas – cujos produtos ele consumia – ao ódio pelos militares – que arriscavam a vida para protegê-lo de um mundo hostil.

 

Ele passou a questionar o papel do governo, rejeitando o intervencionismo estatal, um dos mitos inabdicáveis dos esquerdistas clinicamente mortos: "Mas, se o governo não intervém, como é que nós, meros seres humanos, vamos fazer? Eu li e refleti, e me ocorreu que eu conhecia a resposta, que é a seguinte: parece que nós simplesmente sabemos".

 

Para demonstrar isso, David Mamet fez um paralelo com o teatro: "Tire o diretor de uma peça teatral e o que acontece? Em geral, menos conflitos, um período mais curto de ensaios e um resultado melhor".

 

O teorema de David Mamet pode ser aplicado a todas as esferas da política. Dilma Rousseff está tentando cacifar sua candidatura presidencial graças ao PAC. Tire Dilma Rousseff do PAC e o que acontece? Menos conflitos, um período mais curto de obras e um resultado melhor.

 

Estou torcendo para que Dilma Rousseff seja a candidata do PT em 2010. Estou torcendo muito. Sem a Dilma, o PT chega em terceiro lugar. Com a Dilma, ele chega em quinto. Quinto é bem melhor do que terceiro. Com a Dilma é bem melhor do que sem a Dilma.

 

Os esquerdistas clinicamente mortos parecem entusiasmados com Dilma Rousseff. Eu também. No que se refere à sua candidatura, pode-se dizer que sou esquerdista clinicamente morto.

 

Li que Dilma Rousseff perdeu 12 quilos para se eleger à Presidência. Pelo que entendi, trata-se do principal ponto de sua plataforma eleitoral. Quem também emagreceu um bocado no último período foi Caio Blinder. O suficiente para se eleger vereador. Caio Blinder é a Dilma Rousseff do Manhattan Connection. Passei a semana com ele, para a festa dos quinze anos do programa. Falamos sobre o passado e sobre o futuro.

 

O passado remete a 1993, quando o Manhattan Connection foi ao ar pela primeira vez. Em 1993, eu era um romancista sem leitores. É bom ser um romancista sem leitores. A gente só pensa na posteridade.

 

Agora minha vida piorou tremendamente. Eu só penso no futuro, e o futuro é muito mais aborrecido do que a posteridade. Meu futuro é tentar sobreviver aos esquerdistas clinicamente mortos. (Esta é a coluna de Diogo Mainardi na Veja que foi às bancas neste sábado, mas que só chega aqui em Florianópolis no domingo. Deve viajar no lombo de uma tartaruga).



Escrito por Aluizio Amorim às 01h58
[   ] [ envie esta mensagem ]




SOB O IMPÉRIO DA MALANDRAGEM

Quilombos, a lei e a esperteza

petralha que não tem limites.

Recentemente tem sido noticiado que o INCRA teria reconhecido, ou está em vias de reconhecer, a existência de um remanescente de quilombo na lagoa Rodrigo de Freitas. É uma notícia surpreendente e que mostra que a criatividade humana não tem limites. Talvez no Arpoador fosse mais de acordo com a nossa realidade balneária, o quilombo poderia incorporar o Parque Garota de Ipanema, ou até mesmo o Forte Copacabana. Como não?

 

O texto acima é o início de um ótimo artigo do advogado Paulo Bessa no site O Eco. Com a chegada de Lula e seus sequazes ao poder tem surgido uma profusão de processos reivindicando inúmeras áreas por supostos remanescente de quilombos.

 

Nem a Lagoa Rodrigo de Freitas, no centro do Rio de Janeiro, escapou. O articulista, que é mestre e doutor em Direito, dá uma penada boa em mais essa malandragem tipicamente petralha.

 

Eu queria saber quem é o chefete do departamento jurídico do Incra. Alô, Alô, OAB.



Escrito por Aluizio Amorim às 18h20
[   ] [ envie esta mensagem ]




LIXO OCIDENTAL

Desenvolvimento tecnológico:

Brasil na rabeira do ranking.

O Brasil ficou no último lugar em termos de desenvolvimento tecnológico na comparação com Argentina, México, Colômbia e Chile.

 

A conclusão está no estudo sobre o grau de evolução do setor de Tecnologia de Informação e Comunicação (TIC) na América Latina, divulgado ontem pela consultoria Everis e pela Escola de Negócios da Universidade de Navarra (IESE).

 

Segundo o estudo, o Indicador da Sociedade da Informação (ISI) do Brasil ficou em 4,24 pontos no terceiro trimestre de 2007, abaixo da média de 4,46 pontos apurada na região e inferior às medições individuais de seus vizinhos.

 

Brasil por mil habitantes: 264 internautas / 584 celulares / 167 computadores.

 

(Do jornal O Estado de São Paulo de hoje via ex-Blog. Desde ontem não consigo abrir a página do Estadão, razão pela qual não posso dar o link desta matéria).



Escrito por Aluizio Amorim às 11h44
[   ] [ envie esta mensagem ]




UM ROUBO!

Classe média brasileira paga

maior IR da América Latina

A classe média brasileira é a que tem a maior alíquota do Imposto de Renda entre os países da América do Sul. A conclusão é de levantamento realizado pela consultoria Ernst & Young tomando por base o valor salarial a partir do qual o brasileiro começa a pagar a alíquota máxima de 27,5%.

No Brasil, hoje, essa alíquota é aplicada a quem tem renda mensal tributável acima de R$ 2.743,25. No Chile, essa mesma renda pagaria 5%; na Bolívia, 13%; no Peru, 15%; na Colômbia, 19%; e no Uruguai, 20%.

 

A alíquota mais próxima da paga pelos brasileiros é cobrada na Argentina: 27%. Já na Venezuela a mesma renda estaria isenta, segundo a consultoria.

 

MEU COMENTÁRIO: esta matéria está na Folha de São Paulo de hoje. Reparem: o Chile é considerado o país mais estável e desenvolvido da América do Sul. Lá o mesmo salário que é tributado aqui com uma alíquota de 27,5% seria taxado em apenas 5%.

 

Não há um só senador ou deputado que proteste contra essa indecência.

 

Lanço daqui a pior praga contra esses políticos vagabundos.



Escrito por Aluizio Amorim às 11h28
[   ] [ envie esta mensagem ]




O BOM HUMOR DO SPONHOLZ EM DOSE DUPLA




Escrito por Aluizio Amorim às 11h06
[   ] [ envie esta mensagem ]




E X C L U S I V O !!!

As pesadas sanções americanas

para país que acolhe terrorismo

“O que os venezuelanos podem esperar quando seu país for designado um Estado Patrocinador do Terrorismo?” Este é o título de um artigo do advogado e consultor norte-americano Kenneth Rijock e que está no site World-Check, analisando as pesadas sanções da legislação americana contra um país designado pelo Departamento de Estado como “Estado Patrocinador do Terrorismo”.

 

Lembro que o advogado Kenneth Rijock esteve na semana passada no Rio de Janeiro, como palestrante de um evento promovido pela Associação e Sindicato dos Bancos do Estado do Rio de Janeiro. A grande mídia simplesmente o ignorou, com exceção do Valor Econômico, que fez uma pequena matéria com Rijock.

 

Foi também Rijock que denunciou e mantém a denúncia afirmando que a empresa aérea TAM estaria transportando armamento fabricado no Brasil diretamente para o Palácio Miraflores do presidente venezuelano Hugo Chávez, conforme noticiei aqui neste blog em post do dia 4 deste mês. Clique na quinzena 1°/03 a 15/03/2008 na coluna Histórico & Arquivos ao lado mais abaixo.

 

Reparem, no decorrer deste artigo que reproduzo abaixo em tradução livre após este prólogo, que esta legislação americana voltada a proteger aquele país, principalmente depois dos ataques terroristas de 11 de setembro, tem abrangência global, já que impõe pesadas restrições inclusive aos países, empresas e instituições financeiras que mantiverem negócios com aquelas nações que são, ou que vierem a ser, objeto da sanção legal americana.

 

Em vista dos recentes acontecimentos envolvendo a Colômbia, Equador e Venezuela, as informações contidas neste post devem ser levadas seriamente em consideração por qualquer país, até mesmo num sentido preventivo de modo a evitar problemas no futuro.

 

Por esta razão recomendo a atenta leitura do texto que segue, especialmente por parte dos empresários, diretores de empresas, executivos, instituições financeiras, advogados e consultores, bem como por parte dos responsáveis pelos departamentos jurídicos de entidades empresariais representativas, como sindicatos, federações, confederações e associações correlatas:

 

Para aqueles leitores que perguntam o que os cidadãos venezuelanos podem esperar no dia em o Departamento de Estado norte-americano designar seu país como um “Estado Patrocinador do Terrorismo”, já que seu governo tem repetidamente fornecido apoio para os atos de terrorismo internacional, nós sumarizamos as conseqüências disso.

 

- A estrita aplicação das sanções é, de fato, vasta e poderosa. O termo alternativo "State Supported Terrorism”, é às vezes empregado.

 

- Depois de ler este artigo, aquelas pessoas e seus entes queridos, cuja situação financeira, pessoal e profissional permite-lhes deixar o país poderão querer considerar essa opção na hipótese da Venezuela sofrer tais sanções, fato que conduziria o país rapidamente para o caos. Observe que pode haver outras sanções que não aparecem aqui.

 

- Cidadãos e entidades dos Estados Unidos serão proibidos de participar em quaisquer transações financeiras com o governo da Venezuela sem uma licença específica do OFAC - Office of Foreign Assets Control (ATENÇÃO: NÃO DEIXE DE LER O QUE PRECONIZA O OFAC).


- Haverá procedimentos especiais para a concessão de vistos para os venezuelanos que desejarem entrar nos Estados Unidos.

 

- Especificamente, não haverá emissão de vistos de não-imigrante emitidos para qualquer agência venezuelana sem autorização especial, ao mais alto nível. Viagens para os Estados Unidos podem assim ser efetivamente encerradas.

- Imunidade Soberana é dispensada, o que permite às famílias e seus parentes próximos, vítimas dos terroristas, propor ações cíveis de indenização, em Côrtes Distritais dos Estados Unidos, contra o governo da Venezuela.

- Importações de bens da Venezuela perdem qualquer isenção de imposto (duty-free) de que gozava anteriormente.

-Todos os créditos fiscais de rendimentos auferidos na Venezuela serão posteriormente recusados.

- Empréstimos a Venezuela ou as suas instituições ou agências, ou outros mutuários internacionais, de organizações não-governamentais, sofrerão oposição por parte dos Estados Unidos.

- Qualquer empresa controlada pelo governo venezuelano será proibida de participar em quaisquer dos contratos Departamento da Defesa dos Estados Unidos que ultrapassem US $ 100 mil.

- Embargo à exportação de armas e produtos relacionados com armamento à Venezuela.

- Grave limitação à dupla utilização de produtos “Dual-use” (aqueles que têm aplicações tanto militares quando civis) exportados da Venezuela para os Estados Unidos. Existe uma notificação prévia de 30 dias, período em que o Congresso dos Estados Unidos se aconselha a respeito da proposta de exportação.

- Total restrição dos Estados Unidos sobre a assistência econômica à Venezuela.

 
- Instituições financeiras venezuelanas, as quais elas próprias objeto de sanções da OFAC, ao mesmo tempo, também vai ser um problema, pois as suas contas correspondentes nos Estados Unidos, a sua janela para a estrutura financeira americana, acabará sendo fechada. Como os venezuelanos vão adquirir bens e serviços das empresas norte-americanas?

- O que listei acima é uma rudimentar previsão do que pode ser esperado após a designação (Estado Patrocinador do Terrorismo); sanções adicionais também podem ser impostas. Para suas perguntas específicas, sugerimos procurar o conselho de um profissional competente legal.

 

- Embora limitado aos Estados Unidos, as instituições financeiras de outros países evitem países que sofrem tal sanção (Estado Patrocinador do Terrorismo), devido à possibilidade de que elas poderão sofrer tal sanção, ou perder o acesso aos mercados financeiros dos Estados Unidos, por negociação com um país enquadrado pelas leis americanas como patrocinador do terrorismo. Por isso, tal sanção torna-se de fato global.

 

Para examinar as determinações legais americanas no original:

Export Administration Act of 1979 ( 50 USC App. 2405(j).

Arms Control Export Control Act (22 USC 2780).

Foreign Operations Export Financing and Related Programmes Appropriation Act of 2005 (PL. 93-618).

Trade Act of 1974 ( 19 USC 2462).

Foreign Assistance Act of 1961 (22 USC 2371).

Enhanced Border Security and Visa Reform Act of 2002, section 306. (P.L. 107-173).



Escrito por Aluizio Amorim às 02h48
[   ] [ envie esta mensagem ]




O EXCELENTE HUMOR DO SPONHOLZ



Escrito por Aluizio Amorim às 02h45
[   ] [ envie esta mensagem ]




SALVE ISRAEL E O POVO JUDEU

Austríacos fazem ato de mea

culpa pela deletéria Anschluss

A Áustria recordou nesta quarta-feira, 12, os 70 anos da tomada do país pelos nazistas alemães. Houve uma sessão conjunta no Parlamento e velas foram acendidas em memória às vítimas do Holocausto, na mesma região em que Adolf Hitler recebeu boas-vindas entusiasmadas em 1938.

 

O primeiro-ministro Alfred Gusenbauer e o presidente Heinz Fischer comandaram uma sessão especial no Parlamento, com discursos emocionados sobre a anexação da Áustria por Hitler.

 

Em anos recentes, o governo austríaco gastou milhões de euros para devolver aos verdadeiros donos os prédios, as obras de arte e outras propriedades tomadas pelos nazistas.

 

Gusenbauer lembrou aos parlamentares que nenhum valor pode reparar o que foi feito. "Nenhuma compensação pode de algum modo diminuir o mal que os nazistas fizeram com os nossos cidadãos judeus", disse, para acrescentar:

 

"Nada pode desfazer o indesculpável. Posso apenas humildemente implorar aos sobreviventes e aos parentes para aceitarem esse gesto pelo que

ele é: uma mera admissão da injustiça que foi feita a vocês". (Leia mais).

 

MEU COMENTÁRIO: no mesmo lugar em que em 1938 os austríacos aplaudiram Hitler, foram acesas hoje 80 mil velas em homenagem aos judeus que morreram nos campos de concentração nazistas.

 

Ao mesmo tempo foi um ato no qual a Nação se redimiu pelo terrível erro de ter se rendido ao Anschluss, ou seja, a anexação do país à Alemanha nazista.

 

VIVA ISRAEL. VIVA O POVO JUDEU. VIVA A LIBERDADE. VIVA A DEMOCRACIA.

 

Lembro que defendo Israel e o povo judeu e não aceitarei qualquer tipo de comentário revisionista.

(Foto do site do Estadão).



Escrito por Aluizio Amorim às 19h35
[   ] [ envie esta mensagem ]




COM EXCLUSIVIDADE

A VENEZUELA E O TERRORISMO

Ainda hoje à noite pretendo revelar o que pode acontecer com o bufão venezuelano se os EUA resolverem endurecer sem manter a ternura jamais.



Escrito por Aluizio Amorim às 18h09
[   ] [ envie esta mensagem ]




O BOM HUMOR DO SPONHOLZ EM DOSE DUPLA




Escrito por Aluizio Amorim às 11h50
[   ] [ envie esta mensagem ]




CONTA OUTRA, APEDEUTA.

Lula, o mistificador, fala em

ascensão de classe média.

Lula em Tocantins fazendo campanha eleitoral, como sempre, afirmou o seguinte, depois que acusar a oposição de derrubar a CPMF para ganhar a eleição em 2010 e negar o sistema caça-votos em que se transformou a bolsa-família:

 

“O que nós estamos fazendo é possibilitar que os de cima estejam lá onde estão, que a classe média tenha uma ascensão, mas que os mais pobres possam se aproximar da classe média porque vai melhorar tudo para o país”.

 

Ora, trata-se de uma mistificação grosseira. Os que estão lá em cima quem são? Mega empresários, banqueiros e ocupantes de milhares de cargos públicos e detentores de cartões corporativos, a nova classe dos endinheirados que se beneficiam com o aparelhamento de todas as instâncias do Estado.

 

A conta dessa orgia é paga pela classe média assalariada cujo índice de reajuste de seus salários não deverá chegar nem a 5%. A bolsa-família é paga com o furto qualificado de suas economias pelo poder petralha. No bolso dos ricaços Lula e seus sequazes não ousam tocar, pelo contrário, permitem que essa casta de vagabundos se locuplete com essa política econômica monetarista que só funciona à base do torniquete dos juros.

 

Lula só disse a verdade com relação ao fato de que seu governo está possibilitando que os de cima permaneçam onde estão.

 

Ascensão da classe média? Piada. Contra outra, Apedeuta.



Escrito por Aluizio Amorim às 16h09
[   ] [ envie esta mensagem ]




LITIGÂNCIA DE MÁ FÉ E A LIBERDADE DE IMPRENSA

Alô, alô, Sérgio Murilo. Quem

é o tal de Celso Schröder???

Celso Schröder concordou com os representantes petralhas e não vê a judicialização da política e também não considera que haja qualquer tipo de ameaça à liberdade de imprensa. Ah...é?

 

Ainda bem que o Poder Judiciário vai julgar muito bem de acordo com a lei, com o já tem feito, tipificando como litigância de má fé essa profusão de ações contra jornalistas e empresas jornalísticas.

 

Além de jornalista, sou advogado. E sei bem que a litigância de má fé complica não só a vida de quem propõe uma ação com a finalidade de se utilizar da Justiça para fazer pressão e/ou intimidar determinadas pessoas ou empresas, mas também a do próprio advogado que formula o pleito. Litigância de má fé é caso gravíssimo e os juízes costumam identificar liminarmente o odor fétido da chicana jurídica.

 

Considerada a litigância de má fé, o suposto réu passa a possuir direitos de ação e ressarcimento por danos e pode ainda representar na secional da OAB contra o advogado que patrocinou a causa espúria, segundo está bem claro no Código de Processo Civil.

 

Há inclusive a chance de cassar a carteira do advogado, aliás providência necessária para preservar a honorabilidade e a credibilidade dos operadores jurídicos responsáveis e éticos.

 

Na grade de disciplinas dos cursos de jornalismo é necessária a inclusão de noções de direito, mormente aquelas que se relacionam à comunicação e legislação correlata. Principalmente para que entidades de classe como a FENAJ não saiam por aí a dizer bobagens.

 

É bom que os advogados fiquem ligados. Não pensem que estão fora das malhas da lei no caso da litigância de má fé.



Escrito por Aluizio Amorim às 03h40
[   ] [ envie esta mensagem ]




ESTATÍSTICAS COMPROVAM SISTEMA CAÇA-VOTOS

Lula desafia a lei eleitoral

e vai ampliar bolsa-família

Justamente em ano eleitoral o governo Lula quer, por meio do Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, estender ainda este mês o pagamento do Bolsa Família para jovens de 16 e 17 anos. Seria uma forma de estimular o estudo nessa faixa etária, dizem os técnicos. O valor deve ser de R$ 30 por adolescente, no limite de dois por família.

Os beneficiários do Bolsa Família têm freqüência escolar 1,6% maior que os não beneficiários, defende o ministério. O governo também sustenta que no público atendido de 7 a 14 anos, a taxa de freqüência é 3,6% maior que a observada dentre não beneficiários. Entre as meninas, a diferença chega a 6,5 pontos percentuais, segundo o ministério.

Uma das condições para o pagamento do benefício a famílias carentes é a manutenção dos filhos na escola. No entanto, há controvérsias e críticas de que não existe fiscalização adeqüada. O ministério nega que o programa voltado para crianças registre evasão escolar, e tampouco que seja eleitoreiro.

Segundo o jornal O Estado de São Paulo, o governo não está conseguindo cumprir um de seus principais objetivos: fazer com que as crianças completem ao menos os oito anos do ensino fundamental.

 

A partir de cruzamento dos dados dos Ministérios do Desenvolvimento Social e da Educação, descobriu-se que nos 200 municípios onde há mais famílias dependentes do Bolsa-Família a evasão escolar, contando os abandonos da 1ª a 8ª séries, cresceu entre 2002 e 2005.

 

Segundo o jornal, "em alguns casos, o número de crianças que deixam a escola mais do que dobrou. Em todas as cidades mais da metade é atendida pelo programa".

O abandono escolar também cresceu em 45,5% dos municípios (91) com mais atendimentos do Bolsa-Família. Em outros 18,5% (37 cidades) não houve piora ou melhora significativas - a variação foi de menos de 1 ponto porcentual para mais ou para menos. (Do site Diego Casagrande – vale a pena acessar esse site. Baner-link permanente na coluna ao lado).



Escrito por Aluizio Amorim às 00h34
[   ] [ envie esta mensagem ]




O BOM HUMOR DO SPONHOLZ



Escrito por Aluizio Amorim às 18h31
[   ] [ envie esta mensagem ]




MUNDO CORPORATIVO BOTOCUDO

TAM decide chutar o traseiro

do marketeiro das barrinhas

A TAM está revendo sua estratégia de marketing e tenta recuperar a imagem positiva que a empresa conquistou pelas mãos do seu criador, o comandante Rolim Amaro, que acabou morrendo num acidente até hoje um tanto nebuloso.

 

Há alguns anos, viajar pela TAM dava satisfação. O comandante Rolim mandou colocar um tapete vermelho para os passageiros que eram tratados de forma gentil e cortês. Dentro da cabine, enquanto era feito o embarque, uma aeromoça bonita e simpática oferecia balas toff de alta qualidade. Os lanches e refeições eram razoáveis. Enfim, funcionava relativamente bem.

 

Com a destruição da Varig e a entrada da horripilante Gol no mercado brasileiro, a coisa começou a desandar. Junta-se a isso a maldição petralha que arrasou com o serviço aéreo brasileiro.

 

Com a morte de Amaro não surgiu ninguém capaz de sucedê-lo. É aquela história: ninguém é insubstituível – costumam arrotar esses chefetes vagabundos – mas a verdade é que haverá sempre alguém insusbstituível. Sim isto é verdade, já que 99 por cento dos seres humanos são idiotas. No Brasil este índice sobe para 99,999...%, em dízima periódica.

 

Cabe aqui uma rápida digressão em torno da Gol.

 

Como todos sabem essa empresa entrou no mercado com uma proposta de vender passagens mais baratas. Cortou a alimentação de bordo normal substituindo-a por aquela detestável barrinha de cereais. Deve ter cortado outras despesas - além de clips e palitos - para poder fazer promoções de passagens a R$ 1 real e outras idiotices do gênero.

 

Ora, o que o cliente deseja é conforto, boa alimentação à bordo, tratamento cortês, segurança e pontualidade. É claro que não mendiga passagem a R$ 1,99. Quer pagar apenas um preço justo, pois sabe quando se sente explorado.

 

Eu não sei quem é esse tal de Constantino, dono da Gol. Nunca falei com ele. Se fosse um sujeito esperto como dizem, não teria caído na conversa fiada de sua diretoria de marketing. Lá deve estar cheio de razão – normalmente esses tipos são o que qualifico de “burros dinâmicos” – um diretor de marketing oferecendo passagens a R$ 1 real. Deve sentir-se o mais competente do planeta, juntamente com toda a área técnica e os áulicos bobalhões de sempre.

 

Parece que estou vendo esses executivozinhos de araque com um mouse na mão exibindo no telão a redução de custos para o conselho. Já vi esse filme milhares de vezes na minha vida profissional.

 

Bom, além de Constantino os novos dirigentes da TAM embarcaram na idiotice do marketing suicida de baixar custos para alcançar – o que é mesmo? – competitividade. Às favas com a segurança e bem-estar dos clientes.

 

Embora nem conheça quem são esses dirigentes da TAM, parece que estou vendo todos eles naquelas reuniões corporativas, naqueles seminários de planejamento estratégico, onde grupelhos em luta pelo poder articulam um novo plano. Os colaboradores mais atilados – sem nenhum poder, é claro – ouvem calados o triunfo da estupidez.

 

Falo de cadeira pois já vivi o ambiente corporativo e sei bem como são essas coisas. Aliás, tenho boas histórias para contar e casos muito interessantes para revelar. Em hora oportuna, dependendo dos fatos e acontecimentos, largo com exclusividade aqui no blog.

 

Geralmente os mais idiotas e cretinos, por serem exímios puxa-sacos, acabam ascendendo à direção da organização.

 

As pessoas dotadas de razoavel inteligência e bom senso sabem o que irá acontecer dali em diante: o caos. Mas é preciso que ele aconteça para que a ficha caia nas cabeças dos integrantes do alto conselho da empresa e na do próprio presidente da organização.

 

E parece que foi isso que acabou de acontecer na TAM, conforme li no site do Estadão. A empresa está fazendo o caminho de volta para recuperar o tempo e os clientes perdidos com a idiotice marketeira de redução de custos, cujo emblema é a odiosa barrinha de cereais do diretor de marketing da Gol.

 

Pessoas como o comandante Amaro, como poucas na face na terra são, sim, insubstituíveis. E fim de papo.



Escrito por Aluizio Amorim às 02h16
[   ] [ envie esta mensagem ]




E TOME IMPOSTO DE RENDA

PT no poder eleva a 1 milhão

total de servidores públicos

O número de servidores federais ativos dos três poderes da União (Executivo, Legislativo e Judiciário) subiu de 912 mil em 2002 para 1.118 milhão no final do ano passado, quinto ano de Lula no governo.

 

O crescimento foi de 22,6% e consta no Boletim Estatístico de Pessoal de janeiro de 2008, divulgado pelo Ministério do Planejamento.

No Executivo, comandado por Lula, o aumento fica acima da média. O número de servidores ativos pulou de 809.975 em 2002 para 1.000.498 (24%) em dezembro de 2007. (Leia mais). 

 

MEU COMENTÁRIO: No mês que vem tome imposto de renda para financiar o aparelhamento do Estado pelos vagabundos do PT.

 

Sem falar na orgia dos cartões corporartivos.



Escrito por Aluizio Amorim às 21h45
[   ] [ envie esta mensagem ]




O BOM HUMOR DO SPONHOLZ



Escrito por Aluizio Amorim às 21h30
[   ] [ envie esta mensagem ]




O TRIUNFO DA BARBÁRIE COM A CONIVÊNCIA DA MÍDIA

Mais um ato de barbarismo

é praticado pelo PT/MST

Este vídeo da Globo mostra como a bandalha do MST age. E age impunemente. Se a tal carvoaria da Vale está causando problemas para a população cabe ao poder público agir dentro da lei e da ordem.  

Mas o que se vê claramente é que os arruaceiros que, possuem inclusive um caminhão cheio de pneus velhos para depois atear fogo na rodovia, planejam de forma meticulosa essas depredações.

 

Reparem. O quebra-quebra começou com uma passeata às 6 horas da manhã. O local, ao que tudo indica, é uma área rural que deve estar bem longe dos escritórios e redação da TV Globo do Maranhão.

 

Entretanto, uma equipe com repórteres e cinegrafistas lá estava às 6 horas da manhã porque, evidentemente, foi avisada pelos arruaceiros. Não há uma só dessas arruaças que não seja produzida sem a presença da grande mídia.

 

Finalmente, a cobertura feita pela equipe da Globo registra todo o acontecido, mas a conclusão da matéria ouve no local apenas a versão dos sem-terra, descurando para o fato que ali estavam dezenas motoristas aos quais foi negado o direito de ir e vir.

 

Mas a equipe da Globo não ouviu nenhum dos prejudicados que olhavam pasmados o episódio de odiosa violência.

 

Trata-se daquilo que já ficou conhecido como "jornalismo companheiro".

 

Se eu fosse o chefe da redação pautaria a equipe, não sem antes avisar à polícia. Até porque quem, sabendo de antemão que um crime irá ocorrer, tem o dever de comunicar às autoridades.

 

Entretanto não é isso que vem acontecendo. Os veículos de comunicação são pautados previamente e sabem que algo de nefasto vai acontecer, como por exemplo a deletéria destruição dos laboratórios de pesquisa da Aracruz, no Rio Grande do Sul.



Escrito por Aluizio Amorim às 00h53
[   ] [ envie esta mensagem ]




O BOM HUMOR DO SPONHOLZ EM DOSE DUPLA




Escrito por Aluizio Amorim às 00h40
[   ] [ envie esta mensagem ]




ARTIGO

Procurando sarna para se coçar

Por Paulo Catellari Filho (*)

 

Até a data de ontem todo o mundo desdenhava o preço do barril de petróleo. A U$ 100,00 diziam, a economia do mundo pode agüentar.  O problema era saber por quanto tempo resistiria.

 

Este preço, somado a extrema necessidade de cortes de juros nos EUA para tentar conter a recessão instalada, esta também tratada com o desdém habitual dos incautos, mostrou que a indiferença dos americanos e o crédito dado ao “nada irá acontecer” não passavam de equívocos.

 

Os dados sobre empregos, vendas, e inflação apurados no mês de fevereiro, mostraram a triste realidade americana.

 

As mesmas afirmações feitas pelos economistas e governantes americanos meses atrás, quando disseram que recessão era impossível, são repetidas há meses pelos economistas e autoridades brasileiras. Vão morrer dizendo que o Brasil está blindado contra a crise.

 

Assim como o povo americano experimenta o seu segundo mês dentro de uma recessão recém iniciada, e cuja roda ainda não tem a inércia necessária para machucar de verdade, o Brasil e seu governinho, juntamente com o seu povinho ignorante, experimentará um novo movimento econômico. Algo inesperado, e até agora impensado, devido ao otimismo que toma conta dos empresários.

 

As duras afirmações do diretor-gerente do FMI na sexta-feira passada têm sido repetidas por Murilo Portugal com muita propriedade: “Nem o Brasil, nem a China, nem ninguém está imune de ser afetado pela crise”.

 

Como todos negam a realidade, e ela é muito pior do que todos esperam, a roda irá atingir com força inimaginável a economia (a do Brasil principalmente). Somos uma das pedras do dominó, a que ainda não levou o toque que irá derrubá-la, mas estamos na fila e vamos cair.

 

Essa conversa de que nossas reservas constituem um colchão que nos permite levar trombadas é puro engano. Assim como são enganos todos os feitos econômicos brasileiros nos últimos tempos como, por exemplo, a alardeada descoberta de uma fantástica jazida de petróleo cuja exploração só será possível - se é que será - nos próximos 14 anos. Tal informação foi habilmente escamoteada pelo marketing do governo lulista.

 

Nossa enorme divida interna vai se encarregar de fazer o povo brasileiro amargar uma inflação comparável com aquela ocorrida nos anos 80. Os fundamentos econômicos nacionais foram construídos para resolver um problema que afetou o país e que hoje a realidade mundial eliminou, ou seja, os saldos de conta corrente.

 

Trabalhamos nos fundamentos errados. O perigo no mundo chama-se inflação que retorna tanto ao nível de demanda com também de oferta.

 

No caso do preço da energia interpõe-se uma funesta realidade: não há mais petróleo em abundância. Este produto manterá preços altos nos próximos dois anos, influindo no preço de toda a cadeia de produção de alimentos. Dá para imaginar o que vem por aí. Todos sabem disso, mas fingem não acreditar.

 

O governo lulista está criando reservas quando vende a comida produzida pelo país. A providência correta seria economizar e reduzir os gastos ao mesmo tempo para enfrentar um surto inflacionário que deve entrar sem cerimônia pela porta da frente. É bem possível que quando a Nação se der conta do perigo poderá ser tarde demais.

 

É como se todos estivessem a procurar sarna para se coçar. Quem começou com o programa fome zero e está vendo o custo dos alimentos atingir níveis jamais verificados na historia da humanidade, e mesmo assim não pára de gastar, é inconseqüente ou ignorante. No caso brasileiro as duas coisas operam simultaneamente.

 

(*) Paulo Catellari Filho é expert em bolsa de valores e atua em São Paulo. Possui do Blog do Nathal, com dicas e informações para os profissionais do mercado e também para quem está se iniciando nessa área. É colaborador deste blog.



Escrito por Aluizio Amorim às 00h19
[   ] [ envie esta mensagem ]




ROLEM QUE MAIS PARA BAIXO HÁ BASTANTE COISA.

A Veja que foi às bancas neste sábado vale só pela capa. Dei uma olhada geral e não vi nada que supere o conteúdo da capa. Depois vou ler com mais calma. Entretanto, é a melhor publicação da mídia impressa brasileira.

 

O jornalismo brasileiro, com exceção de Veja, já foi abduzido pelo poder petralha. O diabo é que esses caras, isto é os petralhas do jornalismo, não largam o conforto das cidades, o ar condicionado, as viagens de avião, os bons restaurantes, a cerveja gelada e a carteira assinada.

 

Alguns jamais abrem mão do cartão corporativo...hehehe...

 

Se gostam tanto dos esquerdistas, porque não vão para Cuba, para a Venezuela, para a Bolívia ou até mesmo para a selva colombiana dar uma mãozinha para os “companheiros” das FARC antes que Uribe asseste o golpe final? Hein? Digam lá jornalistas petralhas.



Escrito por Aluizio Amorim às 02h56
[   ] [ envie esta mensagem ]




COMO SEMPRE, TÁ TUDO DOMINADO.

Lula vai à favela. Vejam como

o fato é reportado pela Folha.

Lula foi à favela. Os traficante ficaram “ligados” e monitorando tudo. Não deixa de ser uma cena burlesca. Lula aproveitou para aliviar a barra dos bandoleiros ao afirmar que a polícia não pode entrar batendo. Foi aplaudido.

 

E a Folha de São Paulo pautou dois repórteres que acabaram encontrando uma mulher que dá aulas numa ONG. Sabe como é, sempre há uma ONG por perto. Ongueiro adora favela, miséria e traficante. E foi assim que os repórteres Luiz Fernando Vianna e Elvira Lobato narraram o que aconteceu, como transcrevo na íntegra após este prólogo.

 

Os dois repórteres abrem a matéria acentuando que o presidente criticou a truculência policial, donde se supõe que a polícia é a desgraça da favela. Faltou apenas um “salve os bandidos!"

 

Reparem que a mulher da ONG afirmou que as crianças têm muito medo do caveirão, como é apelidado do carro blindado da polícia. Supõem-se, daí, que as crianças não têm medo dos bandidos. Entenderam? O comentário sobre esta matéria fica a cargo dos leitores. Ei-la:

 

O presidente Lula criticou a truculência policial nas invasões de favelas e buscou ressaltar sua identificação com os moradores das comunidades durante as solenidades que marcaram o início das obras do PAC no Alemão, em Manguinhos e na Rocinha.


Ao lado do governador Sérgio Cabral (PMDB) - em cujo governo o número de mortes cometidas por policiais aumentou 27,3% de 2006 para 2007- Lula defendeu "uma intervenção muito pesada do governo, mas não uma intervenção com a polícia, não uma intervenção para fazer guerra, além das guerras que as pessoas já têm".


"[A polícia] não pode entrar batendo em todo mundo. Senão, nós partimos do pressuposto de que todo mundo é bandido até prova em contrário, quando, na verdade, todo mundo é inocente até prova em contrário", afirmou na Rocinha.

 

"Bandido não é para ser tratado com pétalas de rosa, mas a polícia precisa saber que, além de bandidos, têm homens, mulheres e crianças que só querem viver condignamente", disse no Alemão.


Nos discursos, ele buscou reforçar a identificação entre ele e os ouvintes. "Eu sou filho de uma mulher que nasceu e morreu analfabeta, sou filho de uma mulher que morou em lugar que dava enchente de 1,5m dentro de casa. Acordava à meia-noite com rato, barata, fezes dentro do quarto", discursou Lula em Manguinhos.


Lula foi muito aplaudido pelos moradores nas três ocasiões em que abordou a violência policial. Perto dos locais das cerimônias, faixas pediam paz.
Aos jovens Lula disse que o desemprego não é razão para trabalhar para a bandidagem. Disse que, na infância, teve vontade de roubar uma maçã para comer, mas resistiu para não envergonhar a mãe.


Na Rocinha, o presidente da União Pró-Melhoramentos da favela, Luiz Cláudio Oliveira, pediu um minuto de silêncio em homenagem a Ágata Marques dos Santos, 11, morta no dia 15 -segundo os pais, pela polícia, que nega.

 

Todas as autoridades ficaram de pé. Lula soltou uma pomba branca.


No Alemão, bandeiras e balões brancos simbolizavam o que desejam os moradores, ainda abaladas pelo ocorrido em 27 de junho, quando 19 pessoas, parte delas sem ligação com o tráfico, morreram numa operação com 1.350 policiais.


"Fiquei com 37 crianças dentro de uma casa sem poder sair, das 9h30 às 17h. E elas desenham coisas terríveis, têm muito medo do Caveirão [o blindado da polícia]. Eu espero que o PAC sirva para elas aprenderem que é possível ter esperança", disse Heloísa Ribeiro, que dá aulas em uma ONG.



Escrito por Aluizio Amorim às 02h22
[   ] [ envie esta mensagem ]




NESTE VÍDEO VOCÊS VERÃO QUEM SÃO OS AMIGOS DE LULA

Esquerdista é porco imundo

mal-educado e insolente

Para que vocês tenham uma idéia de quem são os “estadistas” comuno-fascistas latino-americanos, tipo Rafael Correa, que também é um amiguinho do Lula, vejam este vídeo. O porco quis ironizar em cima de Uribe, mas o comedido e rigoroso presidente colombiano o refutou com elegância em duas frases curtas, desmontando o farsante que ficou sem palavras.

Na cena também aparece o porco sandinista da Nicarágua demonstrando desprezo e displicência. Trata-se de uma raça catinguenta, mentirosa, picareta e terrorista.

 

Não se iludam. Lula e seus sequazes do PT, MST e demais ONGs cupinchas preparam aqui na cara de todos o golpe contra a democracia, ante a leniência dos políticos da oposição – especialmente o PSDB – e dos empresários e banqueiros vagabundos, que se encostam de forma servil no governo reproduzindo o patrimonialismo deletério responsável pelo atraso brasileiro.

 

Se o governo do PT não censura o terrorismo está com ele de acordo. Ou não?

 

Vou começar a nominar aqui todos esses políticos, empresários e banqueiros vagabundos que se agacham ante um governo que lambe o coturno dos terroristas das FARC e recebe em palácio o picareta, porco imundo do Rafael Correa que aparece neste vídeo zombando da legalidade, da honra e da educação.

 

Não hesitarei em nominar aqui também os jornalistas servis, capachos do lulismo, que mentem e desinformam através dos jornais, blogs e televisões. Não escaparão desta lista os empresários proprietários desses veículos que mantêm em seus quadros esses penas alugadas do PT.

 

Denunciarei também as entidades de classe de trabalhadores e de empresários e banqueiros que abrem as portas de suas sedes para receber com rapapés e salamaleques um governo que faz parte do Foro de São Paulo.

 

Mas dentre todos esses vermes pusilânimes os maiores responsáveis pela vergonha que é ter um governo amigo dos comuno-terroristas, são os empresários e banqueiros, a verdadeira elite, o núcleo duro da economia. Não vi uma só entidade empresarial lançar uma nota de repúdio ao terrorismo e de solidariedade ao governo colombiano que há décadas vem terçando armas contra o terror.

 

Vai daqui, portanto, ao Presidente Álvaro Uribe a solidariedade e os cumprimentos de Aluízio Amorim e deste blog, extensivos ao Presidente George W. Bush, incansável na sua cruzada contra o terrorismo e o único Chefe de Estado a hipotecar solidariedade à Colômbia.

 

Não fossem líderes da estirpe de Bush e Uribe a América Latina já teria sucumbido ao terror comuno-fascista.

 

O repúdio ao terror, aos seqüestros, à tortura é dever de todos aqueles que prezam a democracia, a liberdade e a paz.



Escrito por Aluizio Amorim às 00h50
[   ] [ envie esta mensagem ]




E X C L U S I V O !!!

Edição extra de Semana abre

o computador do terrorista

Agora vocês poderão saber, afinal, o que havia no computador do terrorista Raúl Reyes, abatido pelas forças de segurança da Colômbia. O meu amigo Tambosi acaba de dar, em primeiríssima mão no seu blog, o link para a edição extraordinária da revista colombiana Semana.

 

Material amplo, fartamente ilustrado e documentado. É só clicar AQUI para ir diretamente ao Blog do Tambosi e ler toda a Semana edição extra!

 

Espero que os blogões da grande mídia não chupem o post simplesmente sem dar o devido crédito ao Tambosi.



Escrito por Aluizio Amorim às 23h44
[   ] [ envie esta mensagem ]




COITEIROS DO TERROR SÃO DESMASCARADOS

Uribe demonstra ligação de

Correa com os terroristas

O presidente colombiano Álvaro Uribe, mostra as provas das ligações de Rafael Correa com os terroristasno âmbito da OEA. Correa, de repente, se levanta e sai. Uribe interrompe a sua fala e espera que o tirante filo-terrorista retorne.

Colombiano desmonta a

grande farsa dos botocudos

O presidente Álvaro Uribe desmonta a farsa da “invasão de território” com a qual inclusive o governo de Lula e seus sequazes se valeram para escamotear qualquer censura ao terrorismo. Isto equivale a uma apoio tácito às FARC.

Em post mais abaixo analiso à luz do direito, refutando artigo da editora de Mundo da Folha de São Paulo, a ação das forças de segurança da Colômbia contra os terroristas.

 

Uribe dá uma lição de comedimento e rigor analítico, coisa muito diferente do que faz o Apedeuta e seu “cumpanhêro” Hugo Chávez. Aliás, numa reunião de cúpula dia desses o Rei de Espanha mandou o bufão calar a boca.

 

Veja o vídeo. É em espanhol, mas Uribe fala de forma clara e calma. Não deixe de ver.



Escrito por Aluizio Amorim às 22h31
[   ] [ envie esta mensagem ]




FOGO NOS BOTOCUDOS !!! FOGO NELES !!!

Mais um lance macabro: dentro da caixa a mão do terrorista.

Por que pessoas honestas se

se calam ante onda de horror?

Sangue humano. Muito sangue. É a turma esquerdista das FARC, que volta ao noticiário de forma macabra. Dentro de uma caixa de isopor a mão do terrorista que teria sido assassinado pelo seu próprio chefe de segurança, segundo informam as forças de segurança colombianas.

 

Mas essa história toda está muito, muito estranha. Seja como for dá a medida exata das FARC que Lula e seus sequazes, sem qualquer pejo, apóiam.

 

A sociedade brasileira ainda haverá de pagar caro por essa aventura de conferir a Lula quase 70 por cento de aprovação. Isto significa, sem qualquer dúvida, e desafio quem se oponha ao que afirmo: cerca de 70 por cento da sociedade brasileira são cúmplices do terrorismo.

 

Só há uma ação capaz de limpar a nódoa que o petismo lançou sobre a Nação brasileira: expulsar Lula e seus sequazes do poder e proscrever o PT, da mesma forma que a Alemanha fez como partido nazista; como Portugal fez com o salazarismo; como os italianos fizeram com o fascismo e a Espanha com o franquismo.

 

Qual a razão que leva a parte honesta da população do Brasil e do restante de continente latino-americano a se submeter a essa escalada de horror?

 

Bem que faz a Espanha e vedar a entrada dos botocudos no seu país. É vergonhoso ser brasileiro e, mais ainda, latino-americano. (Foto do site do Estadão). (Leia mais também clicando AQUI e veja a foto do terrorista).

 

Pois eu continuo a proclamar: FOGO! FOGO ! FOGO ! MIL VEZES FOGO NOS BOTOCUDOS !!!



Escrito por Aluizio Amorim às 21h56
[   ] [ envie esta mensagem ]




É O SAMBA DO BRANQUELO DOIDO

Deus, o Apedeuta e o exagero

na dose do Biotônico Fontoura

Lula foi ao Rio para deflagrar a campanha eleitoral para sua sucessão, se é que o terceiro mandato foi mesmo arquivado. Tenho lá as minhas dúvidas.

 

O Apedeuta tenta transformar a ex-terrorista Dilma Roussef em candidata a presidente da República e usa e abusa da estrutura governamental para financiar a campanha. Invoca Deus, insinua-se como uma iluminado pela providência, chama a Dilma de mãe do tal PAC e faz uma geléia geral.

 

Dada a verborragia lulística a gente começa até mesmo a desconfiar que Lula exagerou na dose do Biotônico Fontoura. As charges do Sponholz resumem bem toda essa história, com muito humor. Ah...humor é algo que não existe entre aqueles que se consideram o demiurgos.

 

Fanáticos não tem humor. Veja-se por exemplo, agora vem aquela ladainha triste, com cheiro de velório, tortura e opressão que a igreja católica revive todos os anos na páscoa. Tudo mentira.

 

O fanatismo alimenta-se da sonegação da felicidade. O tal de Jesus Cristo se existiu, era um doente mental e, sobretudo, um fanático. E esse deus extra-mundano que pode tudo, acaba servindo para os espertalhões, como o Apedeuta, que enchem a boca para ludibrirar os botocudos alegando ter recebido um sopro divino.

 

Já pensaram? Segundo as escrituras esse deus criou tudo que existe no universo. Entretanto, costuma dar umas rateadas, não é mesmo? Afinal, criou o homem à sua imagem e semelhança.

 

E há quem acredite nessa bobagem toda. Inclusive na conversa mole de Lula.



Escrito por Aluizio Amorim às 19h29
[   ] [ envie esta mensagem ]




FARCs TENTAM NOVA MANIPULAÇÃO

Terror promete libertar reféns

por meio de golpe mistificador

Os vagabundos das FARC, junto com o seu cúmplice Rafael Correa, estão agora anunciando que Ingrid Bettancourt será libertada pelos terroristas como se isto fosse um favor especial e tentam demonstrar que o governo de Uribe é culpado no episódio e que sabia que ela seria libertada como mais meia dúzia de reféns.

 

Trata-se de mais uma jogada sórdida com o apoio do Equador, Venezuela, Bolívia e o Brasil do PT.

 

A Patrícia Hadadd me avisou há pouco aqui nos comentários do blog, já que reproduziu no seu blog noticiário do site Europa Press.

 

É claro que se quer não só a libertação de todos os seqüestrados, mas também que as Forças Armadas colombianas destruam esse cancro que vai corroendo o continente latino-americano, que são as autodenominadas FARC, uma organização criminosa.

 

Saiba o mundo, através deste blog, que uma grande parte dos brasileiros que não são áulicos do PT não concorda com a posição dúbia e vergonhosa do governo Lula que é incapaz de censurar a bandalha das FARC.

 

Vejam o que diz o site Europa Press:

 

El ministro de Seguridad de Ecuador, Gustavo Larrea, afirmó hoy que la ex candidata presidencial colombiana Ingrid Betancourt será liberada "en próximas horas" por las Fuerzas Armadas Revolucionarias de Colombia (FARC).

 

Larrea explicó en declaraciones a la prensa local, recogidas por Europa Press que, además de Betancourt, serán puestos en libertad "tres ciudadanos norteamericanos, cuatro policías, tres militares colombianos y un ecuatoriano".

 

Además, el ministro mencionó que hasta antes de la muerte del 'número dos' de las FARC Raúl Reyes en un ataque del Ejército colombiano contra las FARC en territorio ecuatoriano, se negociaba la liberación de Betancourt para "el 14 de marzo".

 

El presidente de Ecuador, Rafael Correa, afirmó en las últimas  que su homólogo colombian, Alvaro Uribe "sabía" que las FARC iban a liberar a Betancourt en marzo junto a otros once rehenes, y calificó de "bajeza" su operativo militar en suelo ecuatoriano.



Escrito por Aluizio Amorim às 14h03
[   ] [ envie esta mensagem ]




MINHA ANÁLISE

Quando o jornalismo patina

sob o jugo da ideologia

Esta deixa eu peguei lá no blog do meu amigo Tambosi, pois acabei passando batido sem ver um artigo, ou melhor, uma declaração de apoio à idiotia latino-americana, cometido pela editora de Mundo do jornal Folha de São Paulo (de ontem, quinta-feira), sob o título “Guerra, direito e política da lei”...hummm. O nome dela é Cláudia Antunes. (Assinante lê o artigo clicando aqui).

 

Além de jornalista sou graduado em Direito com mestrado pela Universidade Federal de Santa Catarina, embora não especificamente na área do direito internacional, embora tenha estudado, ainda que sem aprofundamento, esse escorregadio território do Direito, se é que se pode realmente falar em “direito internacional”.

 

Antes de meter-se a dar uma de jurista, Cláudia deveria estudar Max Weber e Hans Kelsen, considerados os dois maiores teóricos do estado moderno.

 

Se não fez isso corre o risco de produzir um turbilhão de idiotices, como de fato produziu nessa verborragia irresponsável, porquanto afronta a lógica e, sobretudo o direito e a política.

 

De carona, portanto, ela se agarra à tese da soberania ao terçar armas com os fatos relativos à repressão colombiana ao terror, sem no entanto saber que é a própria soberania das nações que torna impossível a existência do “direito internacional”.

 

Pode-se falar em direito quando se tem um Estado politicamente organizado que detém o monopólio legítimo da força. Só aí é que se estrutura uma na instância coativa. Ausente a coação inexiste o direito.

 

Por isso é que o “direito internacional” (entre aspas, portanto), radica apenas nos acordos e tratados e, por isso mesmo, a ONU se transformou apenas em mais uma ONG militante do politicamente correto. Se não há uma instância coativa acima de todas as nações, não se pode falar em existência de direito. E estamos conversados.

 

O caso da invasão da Colômbia sobre o Equador reside exatamente nessa lacuna, e é quando se interpõe o princípio do “direito à legítima defesa”. Foi o que aconteceu. A Colômbia vive há décadas acossada por um bando de terroristas sanguinários que se autodenominam FARC, Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

 

Os terroristas (sim, Cláudia, eles são terroristas e bandoleiros) são foras-da-lei e o Estado colombiano detém o monopólio da força, com um direito estatuído, inscrito e acordado na Constituição do Estado, sendo que o governo, ungido pelas urnas, legitimado de fato e de direito pelos cidadãos democraticamente, tem de zelar pela ordem, o respeito à lei e a segurança dos cidadãos.

 

Chegou um momento em que o governo colombiano não poderia ficar passivo ante a estratégia das FARC que encontraram na Equador o seu coiteiro. Valeu-se então do direito à legítima defesa e foi obrigado, de forma evidente, dada à urgência da circunstância, a avançar sobre o território equatoriano para dizimar os terroristas.

 

Na verdade o Equador e a Venezuela, ao homiziarem o bando das FARC, já declararam com isso guerra à Colômbia. O Brasil o faz de forma velada enquanto se sabe, já sem muita certeza, que as selvas fronteiriças brasileiras não estariam escondendo os narco-terroristas.

 

Entretanto, pela sua ondulante diplomacia que não censurou os marginais, mostra que está ao lado deles contra a Colômbia, país que representa na atualidade a única Nação verdadeiramente democrática do continente.

 

A julgar pelo raciocínio da jornalista editora de Mundo da Folha de São Paulo os Estados Unidos e seus aliados jamais poderiam invadir a Alemanha de Hitler e liquidar o nazismo. Em passado recente, os Estados Unidos não poderiam, por essa mesma razão, ir atrás de seus algozes no Afeganistão ou em qualquer lugar onde estivessem homiziados?

 

Ora, isto é uma conversa mole completamente idiota que não cabe num jornal do tamanho da Folha de São Paulo.

 

Ao que tudo indica e por isso se vê o desespero de Chávez e Correa é que a Colômbia, pelas circunstâncias, deverá no futuro realizar outras incursões desta natureza, pois só elas serão capazes de liquidar definitivamente com a odiosa ação dos narcotraficantes.

 

Sabe-se que as Forças Armadas colombianas estão em termos de tecnologia e experiência entre as mais preparadas do continente. E contam, sim, com o apoio oportuno já declarado dos Estados Unidos.

 

A catilinária militante de Cláudia Antunes é reveladora da pusilanimidade com que age a maioria dos jornalistas brasileiros. E posso falar sobre isso de cadeira porque também sou jornalista com 38 anos de profissão e conheço como a palma da mão o que é uma redação de jornal e como se comportam os jornalistas. Em sua maioria são despreparados e que balizam as suas ações pelo viés ideológico.

 

Alguns foram imbecilizados pelos Cursos de Jornalismo, com as raras exceções; outros por estupidez e burrice, servem de correia de transmissão dos interesses de grupos de poder vinculados ao esquerdismo e outros, ainda, estão loucos por um carguinho em alguma assessoria chapa branca.

 

Finalmente, a certa altura de seu artigo, Cláudia diz que “não há consenso, na ONU ou na academia, sobre quais seriam os grupos terroristas”. Ora, na ONU, como já afirmei mais acima, não só não há consenso, como também não há dissenso, porque a ONU se transformou no maior reduto da idiotice politicamente correta do planeta. Para a ONU os terroristas são as forças de segurança da Colômbia.

 

E a academia? Ah...a academia brasileira há muito tempo foi tomada de assalto por um bando de idiotas e/ou oportunistas. Lá há consenso, sim, Cláudia, sobre o que respeita a mais alta estupidez. É de lá de dentro que surgiu recentemente um “movimento de esquerda bolivariana”. Para esses “acadêmicos” o maior terrorista é o presidente Uribe que qualificam de “títere do império”.

 

Sim, é isto mesmo. Para essa academia apodrecida e estacionada no início dos anos 60, terroristas como os das FARC não são terroristas, são apóstolos da redenção dos pobres, oprimidos e excluídos, enquanto os culpados por todas as iniqüidades da Terra são os Estados Unidos.

 

Vai estudar Cláudia, se é que você tem condições de recuperar o seu cérebro, lamentavelmente abduzido por esse esquerdismo bolorento. Ou então, largue o ar condicionado e os confortos urbanos decorrentes da prosperidade capitalista e vá lá para a selva colombiana juntar-se à bandalha das FARC.



Escrito por Aluizio Amorim às 02h22
[   ] [ envie esta mensagem ]




PORCÃO É APANHADO EM HOTEL DE LUXO

Viktor: o porcão da ex-KGB fornecia armamento às FARC.

Preso botocudo ex-KGB que

fornecia armas para as FARC

Enquanto no Brasil o governo abençoa os narco-terroristas e faz vista grossa com relação à denúncia de transporte de armas do Brasil rumo ao Palácio Miraflores de Chávez, através de vôos da TAM (VEJA POST ABAIXO COM TODA A HISTÓRIA), na Tailândia não tem mole não.

 

A polícia daquele país acaba de prender Viktor Bout, traficante botocudo de origem russa que enriqueceu negociando com governos e organizações terroristas em vários países, segundo informa o site do diário colombiano El Tiempo.

 

Por um negócio com as FARC, Viktor Bout, ex-agente da odiosa KGB, se converteu, após o fim da União Soviética, num dos traficantes de armamento mais poderosos do mundo.

 

Finalmente o vagabundo terminou nas mãos das autoridades tailandesas e com possibilidade de uma extradição aos Estados Unidos ou Rússia pesando sobre sua cabeça.

 

Na madrugada de hoje, diz El Tiempo, os cabos com a notícia de sua captura num luxuoso hotel de Bangkok (comunista gosta de hotel luxuoso e mordomias correlatas, né? tudo pela inclusão social...hehe) e deram a volta ao mundo.

 

Segundo informou a agência EFE, citada por El Tiempo, o diretor da divisão criminal da polícia tailandesa, Pongpat Chayapan, disse que Bout é acusado de “fornecer armas e explosivos aos narco-terroristas das FARC”. (Foto: El Tiempo).

 

UPDATE: conheça mais detalhes sobre o "Mercador da Morte" (em inglês) clicando AQUI.

 

EM TEMPO: até agora não vi esta informação nos sites da grande mídia brasileira. Grato ao leitor que assina "Hans", pela dica da matéria do El Tiempo.



Escrito por Aluizio Amorim às 16h41
[   ] [ envie esta mensagem ]




NAPALM NELES ! FOGO NOS BOTOCUDOS !

Vagabundos das FARC iniciam

agora operações de sabotagem

Os terroristas vagabundos das FARC, que têm o apoio vergonhoso do governo brasileiro do PT, agora começam uma escalada de sabotagem contra instalações petrolíferas da Colômbia.

 

Está na hora de uma pronta ação militar na base de Napalm para extinguir de uma vez por todas esse quisto maldito que cravou seus tentáculos na América Latina.

 

A tática dos terroristas financiados por Chávez é criar um ponto de tensão direto com os Estados Unidos. Chávez busca desesperadamente um inimigo externo capaz de neutralizar a oposição crescente contra seu governo.

 

Está na hora de Bush bombardear toda a área e largar o napalm para valer. A paz depende de uma ação das Forças Armadas colombianas com apoio ostensivo dos Estados Unidos, numa operação rápida de extermínio desses vagabundos.

 

Enquanto isso a grande mídia brasileira continua fazendo um abjeto jogo duplo em nome da isenção e da imparcialidade. Ao que eu indago: como se poder ser imparcial ante a escalada do terror das FARC que mantém cativos cerca de 700 seqüestrados? Como se pode ser imparcial ante a perversidade de um bando de assassinos?

 

E a oposição brasileira continua dormindo de touca. Mantém a estratégia de não tocar no Apedeuta, o chefe principal do Foro de São Paulo, por que ele detêm quase 70% de apoio dos chimpanzés. A maioria nem sempre tem razão ou, nunca tem razão mesmo. A história é generosa em exemplos que registram o triunfo da barbárie sempre com a aprovação da maioria.

 

A barbárie sempre foi vitoriosa por conta da leniência oportunística das massas.  

 

A ordem continua sendo: FOGO NOS BOTOCUDOS !!! FOGO NELES !!!



Escrito por Aluizio Amorim às 14h59
[   ] [ envie esta mensagem ]




PROSSEGUE O MISTÉRIO SOBRE TRÁFICO DE ARMAS

Consultor americano sustenta

sua denúncia contra a TAM

O advogado e consultor americano Kenneth Rijock, do site World-Check, que denunciou o transporte secreto de armas diretamente do Brasil para o Palácio Miraflores, sede do governo de Hugo Chaves, respondeu hoje à nota oficial da TAM, como segue abaixo em tradução livre. Pode ser lido no original clicando AQUI.

 

A propósito, Kenneth Rijock esteve na tarde desta quarta-feira palestrando em seminário no Rio de Janeiro, conforme post abaixo. Não sei se a grande mídia pautou algum repórter para ouvi-lo.

 

Eis a resposta de Rijock que sustenta a denúncia e indaga se o Senado brasileiro vai investigar:

 

“Em resposta à controvérsia surgida com a recente análise do site World-Check detalhando o envio de armas via TAM para a Venezuela, a assessoria de imprensa dessa empresa admitiu, em nota, o primeiro carregamento, mas alegou que era legal e adequado.

 

Perguntamo-nos por que razão não conseguiu refutar o segmento da nossa história, no sentido de que a transferência passou por cima do Ministério da Defesa indo diretamente para o Palácio Presidencial Miraflores do Presidente Hugo Chávez?

 

O comunicado de imprensa confirmou os principais elementos de nossa história; duvidando,Thomases absteve-se de protestar que ela é falsa.

 

Veja o texto exato. Como no mundo pode ser aprovada uma transferência [de armamento] para um país à beira de uma guerra civil?


• TAM tem operando regularmente um vôo diário para Caracas, de passageiros e de carga, desde Setembro de 2007.
• ... Pesquisando os dias precedentes detectou-se a importação de um carregamento de armas Taurus a um importador venezuelano, totalizando 1.329.4 kg.
• A exportação, a que se seguiu todos os procedimentos legais, foi autorizada por todas as autoridades oficiais, e este transporte pela TAM é autorizado pelo Exército. (Registo 34704 Certificado de 11 10 2006, com validade até 09 30 2008) (Registro de Transporte) 000319/2008 1 / 15/2008).


Portanto, a TAM tinha um certificado válido. Quando é que o Exército Brasileiro levará à Corte Marcial, o funcionário que não conseguiu encerrar uma exportação com certificado válido por dois anos para um país à beira da guerra civil?


E quem foi o anônimo importador venezuelano? Uma das testemunhas no julgamento de Antonini em Miami? Que Brasil e Venezuela, por favor, revelem a verdade.

 
Precisamos de ver algum movimento aqui. A TAM vai parar agora as outras transferências? E o Senado brasileiro vai investigar?”

 

N.B. - 1.: Antonini, referido no final do texto do consultor é o venezuelano envolvido no caso da maleta cheia de dólares que desembarcou no ano passado na Argentina.

 

N.B. - 2.: Por enquanto não vi uma miserável nota nos portais e blogs da grande mídia a respeito dessa gravíssima denúncia.



Escrito por Aluizio Amorim às 20h51
[   ] [ envie esta mensagem ]




PAUTA DO BLOG PARA GRANDE MÍDIA

Consultor que denunciou tráfico

de armas está no Rio de Janeiro

O advogado americano Kenneth Rijock, ex-lavador de dinheiro, ex-consultor do FBI e atual consultor da World-Check, que denunciou suposto transporte de armas pela TAM diretamente para o bufão venezuelano Hugo Chaves (veja posts abaixo) está hoje no Rio de Janeiro como palestrante do IV Forum Nacional de Prevenção de Crimes Econômicos promovido pela Associação e Sindicato dos Bancos do Rio de Janeiro.

 

O evento está sendo realizado no auditório do Jockey Club Brasileiro, área central do Rio de Janeiro.

 

Acabei de manter contato com a Associação e Sindicato dos Bancos do Rio de Janeiro e a secretária que me atendeu confirmou o evento e me enviou a programação completa por email. Isto já no início da tarde, mas em função de problemas técnicos e falta de energia acabei não conseguindo postar, o que estou fazendo agora.

 

A palestgra de Kenneth Rijock aconteceu, segundo a programação, 15:30, sobre  Táticas de lavagem de dinheiro – Conhecendo a prática para prevenir (palestra em inglês com tradução simultânea) e deve estar terminando agora..

 

Já que grande mídia preferiu suitar a denúncia ontem com base nas afirmações do ministro Nelson Jobim, da Defesa, ao invés de investigar a denúncia formulada por Kenneth Rijock, tem agora a oportunidade de entrevistar o consultor americano ao vivo aí no Rio de Janeiro, no auditório do Jockey Club.

 

Insisto que a denúncia é gravíssima é deve ser apurada. É o caso inclusive do Ministério Público entrar em campo já que a TAM reconheceu ontem que teria transportado armas brasileiras para importador venezuelano, sem ter no entanto identificado o importador. Pelo que consta, armas não podem ser transportadas por empresas privadas de aviação, a não ser que estejam terceirizadas pelos órgãos responsáveis estatais.

 

Toda essa história continua nebulosa e carece de esclarecimento imediato pelas autoridades brasileiras. E a oportunidade está aí com o denunciante participando de um evento agora à tarde no Rio de Janeiro.

 

O endereço e telefones: Auditório do Jockey Club Brasileiro – Av. Presidente Antonio Carlos, 501, 10º andar – Centro – Rio de Janeiro. Email: aberj@aberj.com.br e telefones: (21) 2253-1538 / 2203-2188



Escrito por Aluizio Amorim às 15h59
[   ] [ envie esta mensagem ]




A NOTÍCIA QUE VIROU SUCO

Kenneth Rijock, o autor da denúncia numa entrevista em 2007

Denúncia de tráfico de armas

é abafada sem investigação

Provavelmente este blog deu com exclusividade no meio da tarde desta terça-feira, dia 4, a informação contida no site da empresa World-Check revelando suposto transporte para a Venezuela de armas de fogo fabricadas no Brasil, conforme post abaixo.

 

Logo depois uma notinha curta sobre o assunto aparecia no site do jornalista Cláudio Humberto, referindo-se a denúncia que o Senador Arthur Virgílio acabava de fazer no Senado com base nas informações do World-Check.

 

Por volta das 18 horas, o noticiário da Rádio CBN também reportou o assunto, enquanto os portais da grande mídia continuavam ignorando. Alguns minutos antes do noticiário da CBN, exatamente às 17:57, o atento blog Coturno Noturno postou uma chamada para este blog, já o Reinaldo Azevedo veiculou uma nota da TAM desmentido o World-Check. Quase ao mesmo tempo Tambosi também postava uma chamada para cá.

 

Nos portais dos grandes jornais o que pude perceber é que só foi noticiado que o Ministro Nelson Jobim, da Defesa, não esperou a sua convocação e correu para o Senado a fim de colocar nas mãos do presidente da Casa um calhamaço contendo chegadas e partidas dos aviões da TAM, de forma a provar a inconsistência das afirmações veiculadas pelo site World-Check.

 

Jobim teria tido também um encontro com o senador Arthur Virgílio que, segundo consta, ficou satisfeito com as alegações de Jobim e o assunto foi virando suco.

 

A grande mídia não deu a notícia do World-Check e se limitou a publicar uma suíte, ou seja, o desdobramento do assunto. Não sei a essa hora, ainda, o que dirão os jornais desta quarta-feira.

 

Soa no mínimo estranho que o site World-Check, que trata de fornecer consultoria de inteligência e risco para grandes clientes em nível internacional, possa ter agido com tamanha leviandade ao veicular esta informação.

 

Voltando lá, fui verificar quem é o autor da análise de risco referente à Venezuela e às supostas operações de transporte de armas que estariam sendo efetuadas pela TAM.

 

Trata-se de Kenneth Rijock, um ex-lavador de dinheiro e que se transformou num expert em análise de risco, lavagem de dinheiro e crimes internacionais. É o que os americanos denominam de Financial Crime Consultant.

 

Aprofundei a pesquisa e encontrei este vídeo acima referente a entrevista de Rijock, gravada em novembro do ano passado na Argentina, durante o Seminário World-Check's AML, realizado em Buenos Aires, que vocês podem ver acima com legendas em espanhol.

 

E o que faz este Financial Crime Consultant? Há uma espécie de curriculum de apresentação de Kenneth Rijock no site da World-Check, em inglês. Pincei algumas de suas atividades lá listadas:

 

- Palestras para os principais responsáveis pela aplicação da lei e os serviços na América do Norte, como o Federal Bureau of Investigation (FBI), Criminal Intelligence Service Canadá, a Federal Aviation Administration, California Bureau of Investigation, bem como no âmbito da comunidade financeira.

 
- Ação como um perito testemunha e analista em matéria de lavagem de dinheiro no E.U. District Court da Califórnia.


- Prestação de assistência técnica para os E.U. Congresso Office of Technology Assessment, em sua investigação do uso de inteligência artificial na lavagem de dinheiro.


- Atuação como consultor de táticas de lavagem de dinheiro para um grande estúdio cinematográfico de Hollywood.

 
- Produção de artigos analisando crimes financeiros para publicações como Money Laudering Alert and Complinet.


- Palestras sobre temas tais como a lavagem de dinheiro, aspectos do contrabando aéreo e maritimo, o crime organizado russo a lavagem de dinheiro e de financiamento do terrorismo na América Latina.


- Fornecimento de informações e dados sobre as atividades de lavagem de dinheiro na América Latina e no Caribe para clientes governamentais.


- Kenneth Rijock é um veterano do conflito no Vietnã e Camboja, e possui as medalhas Combate Infantryman's Badge e Bronze Star.

 

CONCLUSÃO:

 

Por enquanto a denúncia do World-Check foi mal apurada pela grande mídia. Pelo curriculum do autor da denúncia se vê que é um técnico habilitado em análises de risco e lavagem de dinheiro. Fica, portanto, a pergunta: por que os veículos da grande mídia não o entrevistaram até agora? Por que não foram atrás de informações capazes de elucidar essa denúncia? que, se for verdadeira, é gravíssima.

 

Este blog tem um viés muito mais analítico e opinativo e, portanto, não pretende oferecer furos sensacionais aos seus leitores. Não pretende, também, por em jogo a credibilidade da TAM, que é atualmente a maior empresa aérea brasileira, como também não deseja patinar na teoria conspiratória e lançar falsas insinuações a quem quer que seja.

 

Entretanto, o bom jornalismo radica no ceticismo. Principalmente quando se vive num Brasil que chafurda num turbilhão de escândalos e de mentiras, acossado por “aloprados” de surgem de todos os lados todos os dias.

 

O certo é que a denúncia continua lá no site da empresa World-Check. Seria muito bom ouvir o seu autor. Se sua afirmação é uma mentira o governo brasileiro não poderá tolerar. O que foi denunciado é o bastante para colocar a Polícia Federal em campo.

 

Por enquanto ouça veja a entrevista que Rijock concedeu na Argentina no ano passado. Basta clicar no vídeo acima.



Escrito por Aluizio Amorim às 02h53
[   ] [ envie esta mensagem ]




O BOM HUMOR DO SPONHOLZ



Escrito por Aluizio Amorim às 02h45
[   ] [ envie esta mensagem ]




MISTÉRIO

World-Check revela que TAM

transporta armas para Chávez

O site World-Check (veja perfil abaixo) traz uma informação de altíssima gravidade envolvendo um suposto transporte de armas de Brasil para a Venezuela pela TAM Linha Aéreas. Veja em tradução livre como segue ou clique AQUI vá diretamente ao site World-Check, em inglês. E agora à tarde, segundo o site do jornalista Cláudio Humberto, o senador Arthur Virgílio, líder do PSDB, fez a mesma denúncia em plenário.

 

“Se lembrarmos o caos que rodeou a guerra civil libanesa (1975-1990), é sabido que as instituições financeiras não podem simplesmente funcionar em condições de violência.

 

A delicada situação na Venezuela pode em breve chegar a esse estado, em função de novas ocorrências perturbadoras. Leia os detalhes abaixo, e decida por si próprio se uma guerra civil está no horizonte em Caracas.

Aqui está o que sabemos até o momento:

Quatro vôos secretos estão programados para a Venezuela, através da brasileira TAM Linhas Aéreas, transportando 31,5 toneladas de armas de fogo fabricadas no Brasil. O primeiro vôo já chegou, transportando 1,5 toneladas de armas; cada vôo adicional está programado para levar dez toneladas cada um.

Embora o exato tipo das armas seja desconhecido, pode-se estimar que entre 50.000 e 70.000 armas estarão contidos nestas transferências, que não são expedidas para o Ministério da Defesa, mas que são tranquilamente entregues diretamente para o Palácio Presidencial Miraflores, às ordens do presidente da Venezuela Hugo Chávez Frias. Porque tudo em segredo?

Em um país onde as forças armadas e a polícia já estão bem equipadas, essas armas podem ter apenas um destino: armar civis partidários do atual regime, que irá utilizá-lo mediante e um violento confronto com a oposição, fato que poderia degenerar numa guerra civil.

A perturbação civil iria resultar no completo desligamento do sistema financeiro da capital”.

 

A fonte desta informação acima é o site Word-Check, empresa de consultoria e inteligência, que tem o seguinte perfil, conforme está em seu site em vários idiomas, inclusive em português:

 

"Mais de 2.500 instituições, incluindo 47 das 50 instituições financeiras de maior porte mundial e centenas de órgãos governamentais confiam no World-Check, o banco de dados com o nome de pessoas físicas e jurídicas de alto risco, para fazer a triagem de seus clientes, associados, transações e funcionários quanto a possíveis riscos.

 

Este banco de dados altamente estruturado é atualizado diariamente em tempo real pela equipe de pesquisa internacional da World-Check e suas informações provêm de centenas de milhares de fontes públicas.

 

O compromisso inédito com a pesquisa contínua foi o que fez do World-Check o padrão no setor.  Nenhum outro serviço se compara à qualidade da inteligência desse banco de dados pioneiro no mercado.

 

Sua cobertura inclui pessoas politicamente expostas (PEPs), lavadores de dinheiro, fraudadores, terroristas e entidades sancionadas, além de pessoas físicas e jurídicas que se encaixam em mais de doze outras categorias.

 

A base de dados de propriedade exclusiva da World-Check e suas ferramentas podem ser usadas diretamente em situações de compliance financeiro, ações contra lavagem de dinheiro (AML), Conheça-seu-cliente (em inglês, “Know-Your-Customer” ou KYC), triagem de pessoas politicamente expostas (PEP), Enhanced Due Dilligence (EDD), prevenção de fraude, inteligência e cumprimento governamental e outras práticas de autenticação de identidade, triagem de antecedentes e práticas relativas à prevenção de riscos.

 

Além do setor financeiro, atendemos outros setores tais como seguros, escritórios jurídicos, jogos, aviação, ramo imobiliário, consultorias, recursos naturais e contabilidade, entre outros."



Escrito por Aluizio Amorim às 15h29
[   ] [ envie esta mensagem ]




UM PRÍNCIPE DE VIDA FRANCISCANA

D. Luiz na Casa Imperial em São Paulo: sem luxo nem esplendor 

Príncipe imperial vive em

casa alugada em São Paulo

Há 200 anos a família real portuguesa chegou ao Brasil sem saber o que ia encontrar na colônia e muito menos qual seria o futuro da dinastia Bragança. Hoje, a monarquia cedeu espaço para a república e o herdeiro dinástico da família imperial vive à sombra do regime presidencialista na expectativa de um dia governar o país.

 

Em entrevista à Folha Online, dom Luiz de Orleans e Bragança, 69, contou como é viver em São Paulo sem as regalias usufruídas por dom João 6º e Carlota Joaquina no século 19. Leia mais e Veja vídeo.

 

Você é a favor ou não do retorno da monarquia no Brasil? Os comentários estão democraticamente abertos aos leitores. Dê a sua opinião.



Escrito por Aluizio Amorim às 14h42
[   ] [ envie esta mensagem ]




CÉLULAS-TRONCO

Nada, e muito menos o STF,

impedirá o avanço da ciência.

A maioria da população brasileira é a favor das pesquisas com células-tronco embrionárias para descobrir tratamentos para doenças graves, segundo levantamento feito pelo Ibope, com amostragem nacional, entre os dias 24 e 29 de janeiro.

 

O total de pessoas que concordam totalmente com a liberação é de 75%. Já 20% afirmam concordar parcialmente. A discussão é tema de julgamento nesta quarta-feira, 5, do Supremo Tribunal Federal, que precisará decidir quando começa a vida e se é permitido ou não utilizar células-tronco em pesquisas. (Leia mais).

 

MEU COMENTÁRIO: esta pesquisa revela um dado interessante: as religiões e, especialmente a igreja católica, estão em declínio. O resultado dessa pesquisa é uma saudável cacetada na idiotia cristã e, sobretudo, no movimento criacionista que tenta fincar sua garras por aqui.

 

Nem a tortura e a fogueira da inquisição da igreja católica detiveram o avanço da ciência. E tem mais: pouco importa essa decisão do Supremo, seja ela contra ou a favor.

 

A marcha da ciência não tem volta.



Escrito por Aluizio Amorim às 12h49
[   ] [ envie esta mensagem ]




REPUBLIQUETA BANANEIRA

Jornalismo botocudo sopra

as trombetas da idiotice

Até agora não vi da lavra de nenhum jornalista da grande mídia, exceto aqueles que mantêm blogs independentes, uma censura sequer ao bando terrorista das autodenominadas FARCS.

 

Essa gente continua imbecilizada e pratica esse jornalismo idiota por estupidez crônica ou então o faz por algum interesse muito particular. Por ideologia é que não é. Ah...não é mesmo!

 

E, para que não pairem dúvidas sobre o que afirmo, transcrevo a seguir o artigo de Eliane Cantanhêde, da Folha desta terça-feira. Essa mulher é uma praticante do jornalismo isento e imparcial que, por isso mesmo, está muito longe de contnribuir para criar uma consciência clara e crítica de combate à idiotia que anestesia a população brasileira e prorroga sine die a possibilidade de um dia o Brasil deixar a sua condição de republiqueta bananeira.

 

O artigo tem por título “Trombetas de guerra”, fazendo gracinha a uma frase atribuída ao botocudo-mor Fidel Castro. E ela insiste na tese da diplomacia botocuda exortando à Colômbia que peça desculpas ao coiteiro Rafael Correa. Leiam e tirem as suas próprias conclusões.

 

O presidente da Colômbia, Alvaro Uribe, determinou seu isolamento na América do Sul depois de violar ostensivamente o território do Equador para atacar as Farc e matar o segundo homem da guerrilha, Raúl Reyes.


A Venezuela, a Bolívia e, claro, o Equador já seriam naturalmente contra Uribe. Mas se somaram a eles os moderados Chile, Argentina e Brasil, líder da região.


Há, porém, diferenças abissais entre o comportamento beligerante de Hugo Chávez e o negociador de Lula. Chávez chamou Uribe de "criminoso", retirou os embaixadores e acionou dez batalhões do Exército para a fronteira com a Colômbia. Lula chamou o chanceler Celso Amorim e a diplomacia.

 
O Brasil, assim, se esforça em duas frentes nessa ameaça (real, diga-se) de guerra na região. O primeiro é mediar um pedido de desculpas da Colômbia. O segundo é evitar que a Venezuela se aproveite do erro grosseiro de Uribe para botar fogo, literalmente, na região.


A arma do Brasil é a OEA (Organização dos Estados Americanos), que anda muito sumida ultimamente, mas será muito oportuna agora. Reunidos num foro comum, os países da região podem não só mediar o confronto como "frear Chávez". Sai o unilateral, entre o multilateral, impedindo que o venezuelano aja pela própria cabeça e empurre seus seguidores, como o próprio Correa e o boliviano Evo Morales, para aventuras perigosas.


O clima é "gravíssimo", como admitiu Amorim em nome do governo brasileiro. E, para Fidel, são "as trombetas de guerra". O pior é que, a cada crise, a situação só piora.


O fundamental agora é que Uribe peça desculpas de fato ao Equador, e não apenas para inglês ver. Mas, depois, Rafael Correa deverá explicar também como e por que as Farc têm tamanha desenvoltura dentro do território equatoriano. Afinal, trata-se de uma guerrilha narcotraficante contra um governo constitucionalmente eleito.



Escrito por Aluizio Amorim às 03h38
[   ] [ envie esta mensagem ]




VERGONHOSO

Governo do PT faz do Brasil

um comparsa dos terroristas

O foco de toda essa questão envolvendo a Colômbia e o Equador, com a indevida intromissão do bufão venezuelano, está numa apenas no fato de que a Colômbia decidiu por um fim à maldição do terrorismo das auto-denominadas FARCS. Na perseguição a esses bandoleiros do narco-tráfico alcançou-os em território equatoriano e mandou fogo nos botocudos.

Ora, a ação colombiana ampara-se no direito à sua legítima defesa e no combate ao terrorismo.

 

No decorrer do imbróglio começou a ser levantado o fato de que Hugo Chávez doou aos vagabundos das FARCS mais de 300 milhões de dólares. Chávez, portanto, é cúmplice do terror. Algo vergonhoso. É um Chefe de Estado articulado com o terrorismo.

 

De sua parte, o governo equatoriano do botocudo Rafael Correa estava dando guarida à bandalha. Tudo em nome de uma suposta “causa” bolivariana.

 

Pois bem. O Brasil não poderia ficar fora dessa parada e teve que se posicionar. E o fez através do Ministro Celso Amorim.

 

E o que disse o Ministro? Está aí neste vídeo da Globo e em todos os jornais desta terça-feira.

 

Em síntese o Brasil condena a Colômbia, livra a cara dos terroristas, instando o governo daquele país a pedir desculpas mais “explícitas” ao Equador. E o barbudinho Celso Amorim prestou-se a esse papelão grotesco de reduzir a questão à violação do território, quando o que está em jogo é o combate ao narco-terrorismo.

 

O governo de Lula e seus sequazes conseguiu arruinar até mesmo diplomacia brasileira e transformar o Brasil em comparsa da mais insidiosa ação terrorista levada a efeito em solo latino-americano.

 

Se a crise esquentar é tida com certa a intervenção dos Estados Unidos. Eles sabem como fazer a coisa certa.



Escrito por Aluizio Amorim às 02h02
[   ] [ envie esta mensagem ]




O EXCELENTE HUMOR DO SPONHOLZ EM DOSE DUPLA




Escrito por Aluizio Amorim às 01h32
[   ] [ envie esta mensagem ]




RAIMUNDO COLOMBO PARA O GOVERNO DE SC

O Democratas realizou um evento gigante nesta segunda-feira

Organização e utilização de novas tecnologias durante o evento

O ex-senador Jorge Bornhausen confraternizou com partidários

Democratas surpreende e reúne

mais de mil em evento regional

O Democratas de Santa Catarina realizou nesta segunda-feira, em Florianópois, no Centro Sul, o maior evento do ano e, também, o maior de sua história, mesmo considerando os tempos da antiga sigla. “É muita gente para uma tarde de segunda-feira”, reconheceram os principais líderes.

 

O encontro estadual de arrancada da pré-campanha e preparação da campanha eleitoral - previsto para reunir 600 pessoas - mais que dobrou. O público foi estimado entre 1.300 e 1.500 pessoas, que ouviram uma série de oradores, entre a abertura, pelo ex-senador Jorge Bornhausen, e o encerramento, pelo senador Raimundo Colombo.

 

O encontro, com exposições técnicas - análise de viabilidade de candidaturas, cargo do professor Frederico Alvarez, e abordagem jurídica, a cargo do secretário Antônio Marcos Gavazzoni - e apresentação de candidatos às eleições de outubro, resultou no pré-lançamento do nome do senador Raimundo Colombo para o governo de Santa Catarina em 2010.

 

O senador Jorge Bornhausen indicou o caminho - “2008 é para prefeito e vice; 2010 será para Raimundo Colombo” - e outros oradores deram seqüência. Um clima de otimismo marcou o evento. João Rodrigues falou na expectativa do partido eleger o futuro prefeito de Florianópolis - Cesar Souza Junior - e na probabilidade de apontar o governador do Estado na eleição seguinte.

 

O deputado Paulo Bornhausen disse que Colombo representa “a força das novas idéias”, lema do Democratas, e o deputao Gelson Merísio observou que, se o partido conseguiu, nesse encontro, reunir mais de 1 mil pesoas, é porque tem um líder. “Em 2008 vamos pavimentar a vitória de Raimundo em 2010”, afirmou.

 

Colombo fechou o evento destcando a ação dos Democratas, a qual confirma o partido como alternativa ao desgaste atual da maior parte da classe política.”Os grupos que chegaram ao poder não tinham propostas de mudança” - disse. “A sociedade brasileira cria, neste momento, oportunidade para mudança. Esta idéia tomou corpo, lá fora e aqui em nosso país, e hoje é o caminho a ser seguido por quem deseja realmente servir à sociedade”.

 

Raimundo criticou serviços públicos que deveriam ser prestados pelo governo central à população, e que não funcionam. Acentuou que as pessoas menos favorecidas estão a necessitar, cada dia mais, de atendimentos.

 

Conceituou a política atual como “a arte dos eleitos encontrarem, dentro de si, força para fazer as mudanças que a sociedade deseja”. Disse que o Democratas trata de propor e fazer mudanças - as que já faz nos municípios onde tem encargos de governo. Daí a sua certeza na reeleição dos prefeitos atuais. Concluiu conclamando a todos os pré-candidatos democratas - um grupo de cerca de 190 postulantes a Prefeituras - para que se mantenham firmes na luta. ‘Tudo vale a pena, se a alma não é pequena”, concluiu.

 

MEU COMENTÁRIO: eis aí o Democratas se antecipando e demonstrando grande poder de mobilização. Ressalte-se que o Democratas é na atualidade o partido mais bem organizado nacionalmente e também em nível regional. Possui um blog nacional atualizado diariamente e sabe utilizar bem as novas tecnologias na comunicação, sobretudo a internet.

 

Em Santa Catarina também possui um site muito bem elaborado e atualizado diariamente sob a competente direção do jornalista Saint’Clair Dias Monteiro que dispensa um atendimento exemplar, altamente profissional e eficiente, a todos os jornalistas que procuram o Diretório Regional do Partido aqui em Florianópolis em busca de informações e entrevistas.



Escrito por Aluizio Amorim às 00h42
[   ] [ envie esta mensagem ]




UM FATO E UMA REFLEXÃO SOCIOLÓGICA

O galo cantador e o poderoso

ascetismo da ética do trabalho

Rio do Sul é uma próspera cidade que fica no Alto Vale do Itajaí, bem no meio do Estado de Santa Catarina e é a cidade onde este blogueiro nasceu. Lá há um bairro denominado “Canta Galo”. Há algum tempo um escultor decidiu colocar na entrada de uma ponte que dá acesso ao bairro a escultura enorme de um galo que canta desde às 7 horas da manhã encerrando às 9 horas da noite.

O canto emitido pelo galo foi criado a partir de uma gravação com um galo cantador verdadeiro que morreu no ano passado, provavelmente indo parar na mesa de algum almoço de domingo.

 

A história rendeu uma demorada reportagem no Jornal Nacional do último sábado, muito bem apresentada pela minha amiga Kiria Meurer, da RBS/TV aqui de Florianópolis que, além de bonita e simpática é uma jornalista competente.

 

E aproveitem para conhecer esta cidade típica do Alto Vale do Itajaí, aqui em Santa Catarina. A região foi colonizada por alemães e italianos. Reparem nas feições da maioria das pessoas entrevistadas e o sotaque macarrônico sob a influência do alemão e do italiano.

 

Calculo que Rio do Sul deva ter hoje ao redor de 70 a 80 mil habitantes. A região tem seu suporte econômico nas atividades agrícolas e industriais e, recentemente, sob o comando do prefeito Milton Hobus, dos Democratas, vêm experimentando um acelerado desenvolvimento.

 

Hobus sucedeu uma malsinada administração petralha e, em menos de quatro anos, mudou o ritmo da economia regional. Em boa hora os rio-sulenses caíram na real expulsando a bandalha petista. Foi aí que o progresso e a prosperidade retornaram e hoje é uma das cidades que mais cresce no Estado.

 

Nesta reportagem vocês podem ver o aspecto urbano de Rio do Sul, cidade extremamente organizada, limpa e equilibrada. Notem que nas entrevistas as pessoas denotam preocupação com o trabalho, com o ato de levantar cedo.

 

Sem dúvida a ética do trabalho, introduzida ali pelos colonos alemães que professavam o credo protestante, tem tudo a ver com a cosmovisão da população que habita essa região. O Alto Vale do Itajaí é por isso mesmo completamente diferente de todo o restante do Brasil.

 

Como o galo canta desde cedo e inclusive nos domingos e feriados, as opiniões se dividem sobre manter ou não o galo em atividade.

 

A ética protestante e o espírito do capitalismo, título de uma das mais importantes obras sociológicas de Max Weber, têm na cidade de Rio do Sul a sua mais completa e evidente comprovação.

 

As opiniões se dividem, então, entre os que pautam suas ações pela ética do trabalho e, por isso mesmo desejam que o galo continue a acordá-los cedo; e, de outro lado, os botocudos, que aos poucos vão contaminando a região com a sua contumaz indolência.

 

Afinal, Rio do Sul faz parte do Brasil, país amplamente dominado pelo homo botocudo. Entretanto, quem contribui para a prosperidade local são os descendentes dos pioneiros colonos alemães e seu peculiar ascetismo.

 

Finalmente, note-se que para os povos germânicos o trabalho é um fim e não apenas um meio. Eis aí a diferença cultural significativa.

 

No meu livro “Elementos de sociologia do direito em Max Weber” (veja capa-link para adquiri-lo na coluna ao lado) ofereço de forma sintética algumas explicações a respeito da teoria weberiana, já que o livro tem um viés de manual introdutório à obra de Max Weber.



Escrito por Aluizio Amorim às 12h40
[   ] [ envie esta mensagem ]




MOBILIZAÇÃO ESTADUAL

Democratas reúnem lideranças

hoje à tarde em Florianópolis

O Democratas espera hoje à tarde, aqui em Florianópolis, reunir cerca de 500 participantes num grande encontro de lideranças no Centro Sul, o maior centro de eventos da capital catarinense.

 

O presidente do Partido, Senador Raimundo Colombo deverá abrir o encontro, enquanto o ex-Senador Jorge Bornhausen deverá falar no encerramento, além de outras lideranças políticas.

 

Estarão presentes no encontro prefeitos, vice-prefeitos, vereadores e pré-candidatos às eleições municipais deste ano.

 

O conteúdo político e técnico do evento encaminhará questões relativas à campanha da eleição municipal, com exame de panoramas regionais, do quadro estadual e de orientação jurídica.

 

Será o primeiro grande encontro político deste ano em Santa Catarina e o Democratas, após a sua reformulação, vem demonstrando surpreendente nível de organização e mobilização partidária.

 

Pretendo entrevistar o Senador Jorge Bornhausen com exclusividade na tarde de hoje.

 

EM TEMPO: a assessoria de impresa do Democratas acaba de comunicar ao blog que houve alteração na ordem dos pronunciamentos. O ex-Senador Jorge Bornhausen fala agora no início dos trabalhos do evento, às 13h30m, mais ou menos, porque terá que viajar em seguida. Neste caso a entrevista que faria com ele ficará para os próximos dias na sua volta.



Escrito por Aluizio Amorim às 09h52
[   ] [ envie esta mensagem ]




PT É PERMANENTE AMEAÇA À DEMOCRACIA

Hitler começou assim, com

os seus discursos violentos.

É importante que se veja este vídeo novamente, porque foi desta forma que o nazismo na Alemanha e o fascismo na Itália liquidaram com a democracia. Fatos semelhantes ocorreram recentemente na Venezuela, Equador e na Bolívia.

Por isso a afronta de Lula ao Poder Judiciário tem de ser repudiada e não pode ser tolerada, principalmente no momento em que a tese do terceiro mandato volta a ser discutida pelos petralhas.

 

Por enquanto o PT não conseguiu produzir nenhuma liderança política com estofo suficiente para suceder Lula. Tal fato vai aumentando a preocupação dos sequazes de Lula e as pressões crescem na medida em que encurta o tempo em direção ao pleito presidencial de 2010.

 

Não esqueçam. A tese do terceiro mandato continua açulando as vivandeiras do continuísmo. Por isso Lula, homem temperamental e desbocado, que não reúne as mínimas condições para o exercício do cargo máximo da República, tende a jogar todas as fichas no terceiro mandato.

 

Observem como as coisas acontecem, a começar pela criação da TV Lula, a campanha contra a imprensa e as agressões contra o Poder Judiciário.

 

A democracia estará permanentemente ameaçada enquanto Lula e seus sequazes estiverem no poder.



Escrito por Aluizio Amorim às 09h29
[   ] [ envie esta mensagem ]




FOGO NOS BOTOCUDOS !!!

Alô, alô, Bush. Está na hora

de usar o napalm outra vez.

A idiotia latino-americano atingiu o seu nível máximo: o bufão Hugo Chávez declara guerra à Colômbia e defende os narco-terroristas das FARC. Numa ação de sucesso a Colômbia conseguiu desbaratar boa parte dos terroristas, liquidando com um de seus líderes máximos, Raúl Reyes, conforme post abaixo.

 

Como a ação foi realizada em área equatoriana, onde a bandalha se escondia, foi o bastante para os dois porras-loucas Chávez e Caldera, desencadearem uma crise.

 

Ambos defendem os terroristas. Não deixa de ser um episódio insólito. Culpam, como sempre os Estados Unidos, que denominam “império”. Trata-se de uma manobra populista rasteira. Ambos desejam criar um inimigo externo aos seus países, que já estão em frangalhos justamente pela incúria de seus governos que querem se eternizar no poder.

 

Nesse caldeirão de idiotice Lula deverá mergulhar, assessorado pelo Sargento Top Top Garcia e demais sequazes. Lembram-se do Foro de São Paulo? Pois então. Aguardem que o noticiário vai esquentar durante o dia de hoje.

 

E sabem o que eu penso? Que Bush deveria acabar com esses narco-terroristas de uma lambada só, utilizando o já conhecido e eficiente Napalm.

 

O continente latino-americano se encontra numa encruzilhada: ou liquida como os terroristas e seus apoiadores ou a população do continente se submete a eles. Não há escolha.

 

É napalm ou o triunfo da idiotice. É napalm ou o abismo do atraso e da miséria. É napalm ou a negação do presente e do futuro.

 

Portanto, a ordem é uma só: FOGO NOS BOTOCUDOS !!! FOGO NELES !!!



Escrito por Aluizio Amorim às 03h45
[   ] [ envie esta mensagem ]




ARTIGO

Se beber, não fale.

 

Nilson Borges Filho (*)

 

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva partiu para a ignorância (perdoem-me pela redundância) ao atacar de forma alterada e sem o menor controle sobre suas emoções (denomine-se assim) o Supremo, no geral, e o ministro Marco Aurélio de Melo, no particular.

 

O total descontrole do presidente e a forma raivosa com que discursou em cima de um palanque no nordeste brasileiro, tem-se a impressão que Lula da Silva estava longe daquilo que a medicina entende por uma certa normalidade de comportamento.

 

Não é surpresa para ninguém que o presidente tem uma grande dificuldade para a crítica, aliás, dificuldade essa comum em todos os políticos.

 

Imaginem um retirante, sem muitas luzes, que chegou à presidência da República do Brasil e que acostumado ao rés do chão do ambiente sindicalista, passa a ter em seu entorno tudo que é tipo de puxa-sacos, áulicos, vendidos e espertalhões, capazes que são de não medir “esforços” para incensar o ego presidencial, o quão difícil deve ser se comportar com dignidade quando alvo de críticas.

 

Infelizmente, poucos são aqueles que chegam ao posto máximo da nação brasileira e conseguem engrandecer o cargo que ocupam. Lula não foge a regra, ora se mantém num silêncio comprometedor quando seus auxiliares são flagrados com a mão no baleiro, ora se comporta como um Chavez em compota, pequeno no conteúdo e feio na forma, quando se sente contrariado por qualquer fato que foge da sua esfera de influência.

 

Lula precisa aprender que o presidente da República não pode tudo. Não se exige dele a obrigação de ler Montesquieu, mas espera-se de alguém que ocupe o cargo de presidente que aceite a existência de outros poderes republicanos, imprescindíveis para a convivência democrática.

 

O fato é que Lula é bom de palanque e sabe bem disso. O tom de seus discursos, até pela linguagem rasteira, atinge plenamente as classes menos favorecidas, pois a sua fala está sempre carregada de um ódio de classe, palatável àqueles que acreditam que a culpa pelos seus males é resultado de uma elite que nunca se preocupou com as necessidades dos mais fracos.

 

E Lula sabe jogar como ninguém esse jogo perverso de alimentar uma luta de classe, em um país sem classes sociais definidas, se oferecendo ao povo como alguém com capacidade para entender as mazelas da sociedade e o único com condições de diminuir as contradições produzidas pelo capitalismo.

 

Restam alguns reparos: primeiro, ninguém representa mais e melhor as elites brasileiras do que o próprio presidente Lula da Silva. Isso fica bem claro, simbolicamente, quando se observam os botoxes da madame; segundo, nunca antes na história deste país os bancos tiveram lucros tão imorais.

 

A rigor, utilizando uma expressão jurídica, Sua Excelência tem todo o direito de espernear, mas, por favor, não com as quatro.

____________________________

(*) Nilson Borges Filho é doutor em Direito, professor e colaborador deste blog..



Escrito por Aluizio Amorim às 17h04
[   ] [ envie esta mensagem ]




IMPÉRIO, SÓ O DA LEI!

Ainda bem que Marco Aurélio

não se intimida e manda ver

Não há uma autoridade sequer capaz de ser porta-voz da seriedade, do respeito à lei e à ordem. Com exceção do Ministro Marco Aurélio Mello que, ao ser instado por repórteres sobre o tal projeto “Territórios da Cidadania”, instituído ao arrepio da lei por Lula e seus sequazes, já que se está em ano eleitoral, expressou-se exatamente dentro do que preconiza a legislação.

 

Ora, queriam que Marco Aurélio, Presidente do TSE, se esquivasse da pergunta de jornalistas? Que dissesse que nada teria a declarar?

 

Pois é isso que defende o jurista Luiz Flávio Gomes, em entrevista que concedeu ao Estadão deste domingo. Cai de pau no Ministro Presidente do TSE e isenta Lula! Sim é isto mesmo! Lula o Imperador do Brasil pode tudo, inclusive assacar contra o Poder Judiciário, pelo que consta nessa entrevista.

 

O Estadão pergunta então ao Jurista Luiz Flávio:

 

Estadão: Lula disse que o Judiciário não deve se meter em seus atos. Ele pode criticar e não ser criticado?

Luiz Flávio:
Quando diz que não se mete no Judiciário, quer dizer que não se intromete em decisões judiciais. Político está aí para isso. Temos que dar um desconto. Juiz é que não pode entrar em bate-boca. Tem que ter mais equilíbrio, mais ponderação.

 

Entenderam?

 

Se esse tal de Luiz Flávio Gomes é jurista então os meus diplomas de Bacharel e Mestre em Direito pela Universidade Federal de Santa Catarina não valem nada.

 

O que eu estou ouvindo de Luiz Flávio Gomes é que o Chefe da Nação pode fazer bate-boca, pode assacar contra outro Poder, pode tripudiar e passar por cima da lei que é clara: em ano eleitoral o Executivo não pode, ainda mais por decreto, criar programas que o beneficiam eleitoralmente.

 

Lula pensou que a Oposição não combateria essa trambicagem com medo de suposta rejeição popular. Enganou-se e por isso ficou furioso, perdeu o controle e partiu para o ataque como se estivesse num palanque de campanha eleitoral. E olha que o programa, segundo costuma jactar-se Lula, não é eleitoreiro!

 

Já afirmei em post mais abaixo que o Ministro Marco Aurélio Mello é a única autoridade que se tem manifestado sob o rigor da lei e em cumprimento dela. Além disso transformou-se no porta-voz da parcela dos cidadãos honestos, enojados com a desfaçatez e a arrogância de Lula e seus sequazes.

 

Mas sempre haverá um jurista, um cientista político de araque utilizando-se da cátedra para revestir de legalidade e ilegalidade.

 

A situação institucional brasileira sob o poder de Lula e seus sequazes já começou a obrigar os magistrados a falar fora dos autos.

 

Ainda bem que o Ministro Marco Aurélio Mello não é um covarde e, pelo visto, não costuma se agachar ante o poder despótico de Lula e seus sequazes. Ainda bem que ele fala fora dos autos e responde aos jornalistas com discrição e ponderação, sim senhor!



Escrito por Aluizio Amorim às 03h16
[   ] [ envie esta mensagem ]




TAPETE VERMELHO PARA OS INVASORES

O direito achado na rua se

sobrepõe ao Código Civil

O editorial do Estadão deste domingo, intitulado “Tapete vermelho para os invasores”, inicia com o artigo 1.210 do Código Civil Brasileiro e seu parágrafo 1° e termina indagando se o direito de propriedade, neste país, ainda existe.

 

Foi aí que eu lembrei do tal “direito achado na rua” ou “direito alternativo”, duas idiotices latino-americanas que podem estar influindo no Judiciário. Segue a abertura do editorial com o link para o texto integral. Leitura obrigatória!

 

Reza o Código Civil Brasileiro: “Artigo 1.210. O possuidor tem direito a ser mantido na posse em caso de turbação, restituído no de esbulho, e segurado de violência iminente, se tiver justo receio de ser molestado.

Parágrafo 1º: O possuidor turbado, ou esbulhado, poderá manter-se ou restituir-se por sua própria força, contanto que o faça logo; os atos de defesa, ou de desforço, não podem ir além do indispensável à manutenção ou restituição da posse.” (
Clique AQUI e leia o editorial na íntegra).



Escrito por Aluizio Amorim às 02h28
[   ] [ envie esta mensagem ]




O EXCELENTE HUMOR DO SPONHOLZ

Luiz 51? Esta você matou a pau, meu caro Sponholz...hehehe



Escrito por Aluizio Amorim às 02h01
[   ] [ envie esta mensagem ]




BANDIDO É TRANSFORMADO EM VÍTIMA

Reyes, o assassino vagabundo que foi mandado para o inferno.

Jornalismo guerrilheiro domina

também a redação do Estadão

Nem a redação do vetusto Estadão escapa a ação do jornalistas guerrilheiros de botequim. Pois não é que lá está para quem quiser conferir a seguinte legenda na foto do bandoleiro das FARC, Raúl Reys: “Reyes é o primeiro grande líder do grupo assassinado pelo governo colombiano”. Estão vendo? um "grande lider".

 

A matéria noticia que Reys, um dos chefões da bandalha do narco-tráfico, teria sido morto pelas forças de segurança da Colômbia. Neste caso, não foi assassinato. Desde quando se pode afirmar que forças policiais quando abatem um fora-da-lei estão cometendo assassinato?

 

Transformar bandidos em vítimas é um crime. Trata-se portanto de um jornalismo que, além de mentiroso, é criminoso.



Escrito por Aluizio Amorim às 18h50
[   ] [ envie esta mensagem ]




O EXCELENTE HUMOR DO SPONHOLZ



Escrito por Aluizio Amorim às 18h12
[   ] [ envie esta mensagem ]




LUGO VEM AÍ

Lugo, o Lula paraguaio: o pobrismo como tema de campanha.

Sósia do Lula ameça avançar

sobre hidrelétrica de Itaipu

A escalada populista na América Latina já contaminou também o Paraguai. Fernando Lugo é o Lula paraguaio. Fisionomicamente é muito parecido com o Apedeuta. A única diferença entre os dois é que Lugo estudou. É ex-bispo da Igreja Católica e largou a batina para candidatar-se a presidente da República.

 

Ideologicamente os dois são irmãos siameses. Como Lula, Lugo tem obsessão pelo pobrismo. Sua bandeira de campanha é amealhar mais dinheiro do Brasil via Itaipu. O padreco reivindica um preço “justo” pelo que o Brasil paga ao Paraguai pela energia que consome de Itaipu.

 

Como se sabe, o Paraguai não investiu um tostão na construção da gigantesca usina, toda ela bancada elo Brasil.

 

Como Lula não moveu uma palha para evitar a pilhagem das instalações da Petrobras na Bolívia, presume-se que o mesmo acontecerá em relação a Itaipu,  caso esse padreco porra-louca chegar ao poder. Por enquanto ele está em primeiro lugar nas pesquisas que medem as tendências do eleitorado.

 

Como todo comuno-populista, Fernando Lugo já elegeu um inimigo externo dos pobres. Faz crer aos paraguaios que a desgraça e a pobreza decorrem do “imperialismo brasileiro” e não mais dos odiosos ianques.

 

Lugo é adepto da “teologia da libertação” e acolhe a versão paraguaia do MST que costuma invadir fazendas produtivas de propriedade de imigrantes brasileiros.

 

A revista Veja que foi às bancas neste sábado traz uma reportagem sobre a vertiginosa ascensão de Lula paraguaio. E foi de matéria on line da revista que retiramos a foto desse sósia do Lula que ilustra este post.



Escrito por Aluizio Amorim às 04h21
[   ] [ envie esta mensagem ]




O BOM HUMOR DO SPONHOLZ



Escrito por Aluizio Amorim às 04h12
[   ] [ envie esta mensagem ]




A DECÊNCIA NÃO TEM DISCRIÇÃO

O Ministro disse o que a

mídia puxa-saco esconde

Com o título “Território invadido”, a Folha de São Paulo de hoje critica e analisa muito bem o destempero com que Lula assacou contra o Poder Judiciário e abriu a bocarra para dela deixar escapulir uma torrente de asneiras numa linguagem tosca e miserável, destinada a acirrar a luta de classes, como convém ao despotismo comuno-fascita.

 

Entretanto a pretexto de ser sempre “isenta e imparcial”, a Folha aplicou um injustificado cascudo no Presidente do STF, ao exigir discrição do Magistrado.

 

Está certo que a discrição seja o postulado que deve nortear o desempenho da magistratura. Entretanto o Presidente do Supremo acabou agindo como um cidadão que não suporta mais que a mentira, a chicana, a desfaçatez e a arrogância de Lula e seus sequazes sejam toleradas de forma vil pela maioria da sociedade brasileira.

 

O Ministro Marco Aurélio Mello disse o que todo cidadão honesto diz mas não é ouvido; disse o que a grande mídia sabuja sonega de seus leitores todos os dias; disse o que o jornalismo companheiro escamoteia.

 

Graças ao Ministro Marco Aurélio chega ao grande público o debate em torno de mais essa malandragem, essa picaretagem eleitoreira do governo lulístico e que ensejou este editorial da Folha que segue na íntegra:

 

TOMOU UMA NOITE de folga, ao que tudo indica, o estilo "Lulinha paz e amor." Quem entrou em cena, numa cerimônia realizada anteontem em Aracaju, foi um presidente da República desequilibrado e truculento, vociferando do palanque despropositadas provocações a um Poder autônomo da República.


Seria bom se o Judiciário, disse Lula a plenos pulmões, "metesse o nariz apenas nas coisas dele". Com gestos enfáticos, classificou de "sandices" e "bobagens" as opiniões de um ministro do Supremo Tribunal Federal. O alvo de seus ataques, mesmo sem ter sido citado nominalmente, era fácil de identificar.


Trata-se do ministro Marco Aurélio Mello, que é também presidente do Tribunal Superior Eleitoral. Quanto ao que motivou o surto do presidente, não se guardam segredos sobre seu contexto imediato.


Numa iniciativa de flagrante conteúdo eleitoreiro, o Executivo se lança num vasto programa de benefícios sociais, intitulado "Territórios da Cidadania", meses antes da realização dos pleitos municipais. Serão distribuídos mais de R$ 11 bilhões em 958 municípios brasileiros. A legislação proíbe, todavia, a criação de novos programas e o aumento de gastos sociais em ano eleitoral.


Questionado judicialmente pela oposição, o "Territórios da Cidadania" suscitou imediata crítica de Marco Aurélio Mello, ávido de externar suas opiniões na imprensa. Não é a primeira vez que o presidente do TSE abandona a discrição que convém a seu cargo. Contudo, se o ministro falou demais, o presidente da República perdeu uma ótima ocasião para ficar calado.


Diante de uma platéia pronta a aplaudi-lo, Lula conferiu a seu pronunciamento um tom de inaceitável desafio: que o ministro se demita de seu cargo, exaltou-se, se quiser imiscuir-se na política. Embalado na seqüência de comícios em que consumira aquela quinta-feira, o presidente invadiu, nos trancos e barrancos de uma oratória sem controle, o território autônomo das atribuições do Poder Judiciário.


À oposição não faltaram as críticas de praxe. Lula acusou-a de não ter governado quando estava no poder e de agora querer impedi-lo de fazer política social.


Nada impedia, contudo, o governo Lula de ter criado o "Territórios da Cidadania" em anos anteriores. Nada impedia sua base parlamentar de propor alterações na legislação eleitoral, em vigor desde 1997. Mas o presidente está em campanha: "A partir de agora são dois dias da semana em Brasília, e o resto andando pelo país."


Que passe o tempo em palanques não é novidade. Que se exponha ao ridículo nas algaravias que improvisa tampouco é incomum. Mas que o presidente pretenda desequilibrar o jogo eleitoral com programas de legalidade no mínimo discutível, e que justifique sua atitude numa linguagem intoxicada de grosseria e impropério, é novidade até mesmo para os padrões de despreparo e demagogia que lhe são costumeiros; Lula passa, sem dúvida, dos próprios limites.



Escrito por Aluizio Amorim às 04h03
[   ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]




Click for Florianopolis, Brazil Forecast

Ateus.net – O Portal do Ateísmo

OBRIGADO PELA VISITA. VOLTE SEMPRE!


""""

>E-MAIL DO BLOG

COMENTE! DIGA O QUE VOCÊ PENSA!

 



Meu perfil
BRASIL, Sul, FLORIANOPOLIS, Homem, English, Spanish, Política, Música, livros

HISTÓRICO & ARQUIVOS
  16/04/2008 a 30/04/2008
  01/04/2008 a 15/04/2008
  16/03/2008 a 31/03/2008
  01/03/2008 a 15/03/2008
  16/02/2008 a 29/02/2008
  01/02/2008 a 15/02/2008
  16/01/2008 a 31/01/2008
  01/01/2008 a 15/01/2008
  16/12/2007 a 31/12/2007
  01/12/2007 a 15/12/2007
  16/11/2007 a 30/11/2007
  01/11/2007 a 15/11/2007
  16/10/2007 a 31/10/2007
  01/10/2007 a 15/10/2007
  16/09/2007 a 30/09/2007
  01/09/2007 a 15/09/2007
  16/08/2007 a 31/08/2007
  01/08/2007 a 15/08/2007
  16/07/2007 a 31/07/2007
  01/07/2007 a 15/07/2007
  16/06/2007 a 30/06/2007
  01/06/2007 a 15/06/2007
  16/05/2007 a 31/05/2007
  01/05/2007 a 15/05/2007
  16/04/2007 a 30/04/2007
  01/04/2007 a 15/04/2007
  16/03/2007 a 31/03/2007
  01/03/2007 a 15/03/2007
  16/02/2007 a 28/02/2007
  01/02/2007 a 15/02/2007
  16/01/2007 a 31/01/2007
  01/01/2007 a 15/01/2007
  16/12/2006 a 31/12/2006
  01/12/2006 a 15/12/2006
  16/11/2006 a 30/11/2006
  01/11/2006 a 15/11/2006
  16/10/2006 a 31/10/2006
  01/10/2006 a 15/10/2006
  16/09/2006 a 30/09/2006
  01/09/2006 a 15/09/2006
  16/08/2006 a 31/08/2006
  01/08/2006 a 15/08/2006
  16/07/2006 a 31/07/2006
  01/07/2006 a 15/07/2006
  16/06/2006 a 30/06/2006
  01/06/2006 a 15/06/2006
  16/05/2006 a 31/05/2006
  01/05/2006 a 15/05/2006
  16/04/2006 a 30/04/2006
  01/04/2006 a 15/04/2006
  16/03/2006 a 31/03/2006
  01/03/2006 a 15/03/2006
  16/02/2006 a 28/02/2006
  01/02/2006 a 15/02/2006
  16/01/2006 a 31/01/2006
  01/01/2006 a 15/01/2006
  16/12/2005 a 31/12/2005
  01/12/2005 a 15/12/2005
  16/11/2005 a 30/11/2005
  01/11/2005 a 15/11/2005
  16/10/2005 a 31/10/2005
  01/10/2005 a 15/10/2005
  16/09/2005 a 30/09/2005


TROCA-LINKS
  ABKnet
  A Marvada Pinga
  Aparte (Passarim)
  arkimedes
  Flanela Paulistana
  Blog Cultural Textos & Contextos
  Blog da Magui
  Stefano di Pastena - jóias com arte
  Blog do Reinaldo Azevedo
  Blog do Tambosi
  Bonassoli
  Camarada Arcanjo
  Carl Amorim
  Coturno Noturno
  Código Aberto
  Amigos de Bike
  Crítica (Visite, vale a pena)
  Da Indignação à Ação
  Deutsche Welle Brasil
  Dom Quixote
  Escrevinhações
  Elaine Borges
  Esquadrinhando
  Ex-petista
  Freeman
  Ação Humana
  Geosapiens (Portugal)
  Guanta Lamera!!!
  Gusta
  Jorge Nobre
  Jus sperniandi
  Loja de idéias (Portugal)
  MaGenCo
  Minuto Político
  Nariz Gelado
  Novas (Vera)
  Outras Letras
  Pau da Barraca
  Pérolas
  ph ácido
  Polyphrenia
  Política para Políticos
  "...por isso não provoque"
  Postura Ativa (Stella)
  Projeto Ockham
  República
  Resistência
  Rua da judiaria (EUA/Portugal)
  Serjão comenta do céu
  Shirlei Horta
  SikSite
  Soube?
  Sponholz
  The Beatles Brasil (tudo sobre a banda)
  Tunico
  União e Ação
  Ultraperiférico (de Portugal)
  Clássicos do cinema
  The Coffee Traveler (Para quem é aficcionado em café)
  Edgar Nascimento (músico amigo) - site com informações e crítica musical
  Monitor das fraudes
  Holocausto-shoah.
  Libellus (By Ana Brambilla)
  Blog do Nathal (análise de mercado, bolsas, etc...)
  Praça darmas
  Pensadores brasileiros
  Fodcast do Persegonha
  Malditos patos
Votação
  Dê uma nota para meu blog


Leia este blog no seu celular

Locations of visitors to this page

Diretorio 100% brasileiro



Subscribe with Bloglines

blogaqui?

Você aprova o governo Lula?
Não
Sim
Votar
resultado parcial...

eXTReMe Tracker

www.g1.com.br


My blog is worth $31,049.70.
How much is your blog worth?